Siga Mais

Publicidade

Auto Posto Cocipa
Cinema

Publicidade

Clinica Lu Applim
UniFAI 1

Siga Mais » Notícias » Cultura

Cultura

Projeto implanta bibliotecas colaborativas em Adamantina

21:11 atualizado: 26/06/2018 18:32

Projeto Ler Livre traz 13 caixas de bibliotecas colaborativas, distribuídas pela cidade.

Por: Da Redação

http://www.sigamais.com/noticias/cultura/projeto-implanta-bibliotecas-colaborativas-em-adamantina/ Projeto implanta bibliotecas colaborativas em Adamantina
Mini-bibliotecas organizadas em caixas especialmente desenhadas para o projeto começam a ser instaladas em Adamantina (Foto: Siga Mais). Mini-bibliotecas organizadas em caixas especialmente desenhadas para o projeto começam a ser instaladas em Adamantina (Foto: Siga Mais).

Com o desafio de ampliar o acesso ao livro e à leitura, e reestimular o público ao hábito de ler livros, Adamantina passa a contar com 13 caixas biblioteca, colaborativas, que começaram a ser instaladas nesta quarta-feira (20), pela cidade. O projeto recebeu o nome “Ler Livre”, iniciado com acervo de 20 livros, em cada caixa, distribuídas pela cidade.
A iniciativa é assinada por Maria Cecília Figueiredo, contemplada pelos editais de incentivo à cultura do PROAC-SP (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo), que autorizou a captação de doações junto a empresas contribuintes do ICMS paulista. Para a atual etapa do projeto, a empresa apoiadora é o Grupo Branco Peres.
Cada caixa recebeu um acervo de 20 livros, sendo 17 doados pela comunidade e outras 3 unidades adquiridas pelo projeto, dentre as publicações de destaque no mercado editorial. As publicações foram selecionadas entre ficção e não ficção, romances, clássicos da literatura, aventuram, infantis e infanto-juvenis, sendo possível atender os diversos públicos.
As caixas de bibliotecas colaborativas estão dispostas em 13 pontos da cidade, sendo oito unidades básicas de saúde (postos de saúde), Santa Casa, terminal rodoviário, centro comunitário do Parque do Sol, Parque dos Pioneiros e Parque Caldeira. Outras cinco bibliotecas colaborativas foram implantadas em Irapuru.
A escolha das duas cidades constitui um projeto piloto do “Ler Livre”. A proposta dos idealizadores é levar a experiência para outras cidades paulistas, o que depende da captação de novos apoiadores.

Cuidar e ler

As caixas foram especialmente desenvolvidas por designers contratados pelos idealizadores do projeto e suportam as condições de sol e chuva da região. Porém, é imprescindível a participação da comunidade para promover o zelo e conservação desses módulos, evitar vandalismo e garantir a vida útil da estrutura.
Nessa fase de implantação a idealizadora mantém suporte local, às duas cidades. E a partir de setembro a ideia é fazer com que o programa se mantenha com o acompanhamento dos órgãos municipais de cultura e apoio da população.

Fazer o livro circular

No esforço de promover o hábito da leitura, o “Ler Livre” quer fazer o livro circular, entre o público. O interessado nas publicações pode fazer a leitura no próprio local, onde a caixa está instalada, e também levar consigo a publicação que tiver interesse, e após a leitura, devolver para que outras pessoas tenham contato com o livro.
O programa tende a estimular, também, que o próprio público leitor doe seus livros, dispondo-os nas caixas, promovendo uma sensibilização proativa e colaborativa entre o universo de leitores.

 

Fotos

 
Nenhum comentário até o momento, Clique aqui para comentar!
 

Publicidade

Microdata

Publicidade

Life FM
Massa FM
Diario