Polícia

Polícia Civil faz 14 prisões na região de Adamantina em operação estadual

Em todo o Estado foram mais de 1.051 pessoas presas. Da região, presos estão detidos em Adamantina.

Por: Da Redação atualizado: 17:17
Mais de mil pessoas foram presas por diversos crimes, em todo o Estado. Na microrregião de Adamantina foram 14 prisões (Divulgação/SSP-SP). Mais de mil pessoas foram presas por diversos crimes, em todo o Estado. Na microrregião de Adamantina foram 14 prisões (Divulgação/SSP-SP).

Nesta quinta-feira (7) a Polícia Civil deflagrou em todo o Estado de São Paulo a operação denominada "Odin", consistente no cumprimento de mandados de prisões.

A Delegacia Seccional de Adamantina, através da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), de Adamantina, e das delegacias policiais de Osvaldo Cruz, Lucélia e Flórida Paulista foram mobilizadas na operação.

Na região de Adamantina, segundo a Polícia Civil, foram cumpridos 14 mandados de prisões, sendo 12 deles em decorrência de condenações criminais e 2 de condenações civis. Todos os presos foram encaminhados a cadeia pública de Adamantina. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Monalisa Adamantina

Publicidade

Haddad
JVR Segurança

Mais de mil pessoas presas e todo o Estado

Em todo o Estado de São Paulo, a Polícia Civil deteve 1.051 pessoas durante operação Odin, com o objetivo de combater a criminalidade.

As atividades de campo, coordenadas pelo Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade), tiveram apoio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), dos Departamentos de Polícia Judiciária da Capital (Decap), da Macro São Paulo (Demacro) e do Interior (Deinters) e do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (Dipol).

De acordo com o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, diretor do Decade, a ação foi intitulada Odin em referência ao principal deus da mitologia nórdica, devido ao seu amor pela batalha. “Essa ação é uma resposta do trabalho da Polícia Civil. As equipes estão desde cedo integradas e motivadas em combater o crime”, ressaltou durante entrevista coletiva.

As diligências tiveram o empenho de 3.741 policiais e 1.442 viaturas para cumprimento de mandados relacionados a investigações, na maioria, de crimes contra o patrimônio, como roubos e latrocínios. Como resultado, 1.051 pessoas foram detidas, sendo 922 homens, 52 mulheres e 77 adolescentes. 

Além disso, foram apreendidos mais de 47,3 quilos de crack, cocaína, maconha e outros entorpecentes e 16 armas e 312 munições foram retiradas das ruas. Também foram recuperados 26 veículos produtos de roubo e/ou furto e outros 28 carros e motos foram apreendidos por irregularidades. 

Ao longo dos trabalhos, houve 125 flagrantes relacionados ao tráfico de drogas, incluindo um flagrante contra a saúde pública, com apreensão de carnes estragadas em Pirituba. Os alimentos, que seriam comercializados, foram apreendidos e encaminhados ao Instituto de Criminalística (IC) para perícia.

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais