Coronavírus

HC de Marília suspende visitas a pacientes, em razão do aumento de casos de Covid-19

Aumento de pacientes e colaboradores com a Covid-19 motivou a decisão de restringir visitas.

Por: Da Redação atualizado: 6 de dezembro de 2022 | 13h28
Alta de casos de Covid-19 em pacientes e colaboradores motivou a decisão pela suspensão temporária das visitas (Imagem ilustrativa/Alejandra De Lucca V. ? Minsal/Fotos Públicas). Alta de casos de Covid-19 em pacientes e colaboradores motivou a decisão pela suspensão temporária das visitas (Imagem ilustrativa/Alejandra De Lucca V. ? Minsal/Fotos Públicas).

Nesta semana o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília (HCFAMEMA) informou que a partir do dia 1º de dezembro (última quinta-feira) estão suspensas as visitas de pacientes internados no Hospital das Clínicas Adulto (HCI) e Hospital Materno-Infantil (HCII). Conforme a instituição de saúde, as visitas serão mantidas apenas para pacientes em tratamento nas Unidades de Terapias Intensivas (UTIs) e Sala Vermelha (estabilização) em apenas um momento no dia pelo período máximo de 30 minutos, conforme arte acima.

De acordo com o comunicado à imprensa, o HCFAMEMA explicou que a suspensão das visitações ocorre devido ao aumento de pacientes internados com Covid-19, além do número de colaboradores da assistência afastados com a doença.

Publicidade

Supermercado Godoy
Daiane Mazarin Estética

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

A instituição de saúde orienta que o visitante deve usar máscara e evitar o contato com o paciente caso apresente sintomas gripais, tenha mais de 60 anos, esteja gestante ou com alterações no sistema imunológico. Não será possível adentrar no hospital com alimentos ou grandes volumes de pertences pessoais - que podem servir de vetores de contaminação.

Além das visitas, todas as atividades religiosas e projetos de humanização que ocorrem nos leitos estão suspensos. A medida será mantida por tempo indeterminado.

Acompanhantes

Conforme o HCFAMEMA, a permanência de acompanhantes será liberada apenas para os casos previstos em Lei (menores de 18 anos, gestantes em trabalho de parto e pós-parto imediato, maiores de 60 anos e pessoas com deficiência) desde que não haja contraindicação.

Publicidade

Tio Panda Adamantina
Nova Foto e Ótica
Cóz Jeans

Publicidade

Insta do Siga Mais