Coronavírus

Adamantina ultrapassa 60 dias sem óbitos por Covid-19; cidade está sem casos ativos, informa boletim

Adamantina está sem casos ativos e sem internações por Covid-19.

Por: Da Redação atualizado: 25 de outubro de 2022 | 14h35
Vacinação foi estratégica para o controle da doença (Foto: Tânia Rego/Agência Brasil). Vacinação foi estratégica para o controle da doença (Foto: Tânia Rego/Agência Brasil).

Adamantina está há mais de 60 dias sem registros de óbitos de moradores locais por Covid-19, e nos últimos dias tem se mantido sem casos ativos e internações de moradores locais em razão da doença. É o que mostram os dados oficiais da pandemia, na cidade, divulgados nos boletins epidemiológicos da doença, pela Vigilância Epidemiológica local.

O boletim desta sexta-feira (21) reafirma os dados dos dois últimos dias, com zero casos ativos e zero internações hospitalares. Há, porém, 15 exames aguardando resultados. 

Desde o início da pandemia Adamantina contabiliza 11.809 casos positivos da doença, com 182 óbitos. O caso fatal mais recente envolvendo morador local foi divulgado no boletim epidemiológico do dia 19 de agosto, de uma idosa de 97 anos.

Ainda de acordo com o boletim epidemiológico, Adamantina ministrou 32.797 vacinas em primeira dose, e outras 61.654 doses adicionais. A vacinação foi decisiva e estratégica para o controle da doença, com a contenção da transmissão, dos casso graves e de mortes.

Publicidade

Supermercado Godoy
Daiane Mazarin Estética

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança
 

Vacinação

A mais recente divulgação da Secretaria Municipal de Saúde de Adamantina sobre o andamento da vacinação contra a Covid-19, na cidade, ocorreu no dia 4 de outubro, quando informou o início à imunização de crianças de 3 e 4 anos sem comorbidades. O município recebeu 700 doses da vacina. Adamantina tem 342 crianças com três anos e 343 crianças com quatro anos. O imunizante já está disponível em todas as unidades básicas de saúde.

Na publicação, no início do mês, o poder público reiterou que a aplicação da vacina prossegue para a mesma faixa etária em crianças que tem comorbidades e deficiências.

Ainda conforme a publicação, a dose adicional em adolescentes que têm entre 12 e 17 anos também prossegue bem como a 2ª dose de reforço para as pessoas que tem 30 anos ou mais e receberam a 1ª dose de reforço há mais de 120 dias.

Publicidade

Tio Panda Adamantina
Cóz Jeans
Nova Foto e Ótica

Publicidade

Insta do Siga Mais