Siga Mais

Publicidade

Cocipa
UniFAI 1
goodU
Cinema
Nativa FM

Publicidade

Via Japan

Siga Mais » Notícias » Polícia

Polícia

Empresário de Lucélia é preso por porte ilegal de arma na SP-294

15:37 atualizado: 16/05/2018 11:55

Localização da arma, no carro do empresário, se deu durante ocorrência de acidente de trânsito.

Por: Da Redação

http://www.sigamais.com/noticias/policia/empresario-de-lucelia-e-preso-por-porte-ilegal-de-arma-na-sp294/ Empresário de Lucélia é preso por porte ilegal de arma na SP-294
Arma foi localizado no interior do veículo e empresário foi preso, pagando fiança de R$ 4 mil para responder em liberdade (Fotos: Cedidas/Polícia Rodoviária). Arma foi localizado no interior do veículo e empresário foi preso, pagando fiança de R$ 4 mil para responder em liberdade (Fotos: Cedidas/Polícia Rodoviária).

Ao realizar o atendimento em torno de um acidente de trânsito sem vítimas, na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), um empresário de 34 anos, morador em Lucélia, foi preso em flagrante pela Polícia Militar Rodoviária após localização de arma de fogo no interior do veículo.
O início da ocorrência foi às 10h, quando a equipe da Base da PM Rodoviária de Adamantina se deslocou até o km 574+200 da SP-294, altura de Osvaldo Cruz, onde ocorreu o acidente de trânsito.
Na vistoria dos veículos envolvidos, a equipe de policiais logrou êxito em localizar no automóvel Fiat Toro, com placas de Goiânia/GO, uma pistola marca Smith & Wesson, calibre 380, sobre o tapete do condutor, a qual se encontrava carregada com sete munições intactas do mesmo calibre, em um coldre na cor preta.
Segundo a PM Rodoviária, o condutor do Fiat Toro é um empresário de 34 anos, morador em Lucélia. Ele não apresentou documentos de registro e porte da arma, e informou que adquiriu a mesma pelo montante de R$ 7.300,00. Ele declarou possuir nota fiscal da arma.
Diante dos fatos, os agentes da PM Rodoviária deram voz de prisão em flagrante delito ao empresário sob acusação de porte ilegal de arma de fogo. Na sequência, o empresário e a arma foram apresentados junto à Delegacia da Polícia Civil de Osvaldo Cruz, onde o delegado ratificou a prisão em flagrante e concomitante arbitrou fiança no valor de R$ 4 mil, que foi paga. O indiciado vai responder em liberdade.

 
1 comentários, Clique aqui para comentar!

Comentários

Lucas

Realmente lamentável. Um verdadeiro líder será eleito em outubro e o mesmo revogará o vergonhoso e absurdo estatuto do desarmamento!

 

Publicidade

goodU
Massa FM

Publicidade

Life FM
Diario