Polícia

Motorista envolvido em atropelamento não era habilitado, apurou PM; acidente teve vítima fatal

Mulher de 58 anos, vítima do atropelamento, foi socorrida porém não resistiu.

Por: Da Redação atualizado: 23 de abril de 2024 | 10h43
Acidente ocorreu em um dos viadutos no trevo principal de Adamantina (Siga Mais). Acidente ocorreu em um dos viadutos no trevo principal de Adamantina (Siga Mais).

O condutor do automóvel VW Gol de 24 anos, morador em Adamantina, envolvido no atropelamento de uma mulher de 58 anos que chegou a ser socorrida e morreu na Santa Casa local, neste sábado (20), não era habilitado. A informação é da Polícia Militar e consta no registro da ocorrência, conforme apurou o SIGA MAIS na noite deste domingo (21).

Além do registro policial do atropelamento – no momento dos fatos ainda com a vítima na condição de ferida – o condutor foi autuado por dirigir o veículo sem possuir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou permissão para dirigir. Foram lavradas ainda outras duas autuações relacionadas ao estado de conservação do veículo e com as placas de identificação do automóvel.

A morte da vítima e a situação do condutor não habilitado, e as demais infrações administrativas, podem eventualmente agravar a responsabilização dos envolvidos. As circunstâncias sobre o caso serão investigadas pela Polícia Civil. Laudos periciais, produzidos pela Polícia Científica no local do acidente, também devem subsidiar a apuração.  

Publicidade

Dr. Paulo Tadeu Drefahl | Cirurgião Plástico
Supermercado Godoy

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

O atropelamento foi na manhã de ontem, pouco antes das 7h da manhã, quando Gildete Meneses, de 58 anos, atravessava a pé a passagem inferior em um dos viadutos no trevo principal de Adamantina, principal acesso à Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294).

Ela morava no residencial Eco Ville e fazia a travessia pela passagem inferior do viaduto. Não há passarela na pista para a travessia de pedestres.  

O condutor disse aos policias que iniciou a passagem pelo local quando teria perdido o controle da direção do veículo, colidindo contra a parede do viaduto. No mesmo momento a mulher passava pelo local e foi atingida pelo automóvel.

Ferida, a vítima foi socorrida pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros, ficou hospitalizada, porém não resistiu aos ferimentos, falecendo no início da noite. O condutor não se feriu.

Despedidas e homenagens

Conforme divulgou a empresa funerária Haddad Organização Social, o corpo da mulher será velado a partir de terça-feira (23) no espaço Jardim da Saudade, com início previsto para às 7h, e sepultamento às 13h do mesmo dia no cemitério municipal. O velório ocorre nesta data, para aguardar chegada de familiares para as despedidas.

Gildete era evangélica e frequentava a Igreja Assembleia de Deus Adamantina (ADA). Em sua página no Facebook, a instituição religiosa publicou nota de pesar pelo seu falecimento. “A ADA está de luto pela perda tão precoce e inesperada da nossa irmã em Cristo Gildete Meneses. Que o Espirito Santo traga o conforto ao coração de todos os familiares e amigos”.

Sem passarela

No local do acidente, as duas passagens para veículos compõem a alça de acesso no local, pela rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, e interliga regiões como Parque do Sol, Eco Ville e Residencial Aliança, à via de acesso, em direção à Vila Jardim, Vila Jamil de Lima e centro.

Publicidade

Cocipa - Hiper Cliente Feliz
Daiane Mazarin Estética

A região, a princípio os moradores do Parque do Sol, reivindicam passarela no local. O dispositivo para pedestres se tornou ainda mais necessário com a expansão imobiliária na região, a partir da instalação do Residencial Aliança e condomínios Eco Ville 1, Eco Ville 2.  

Estão previstas obras de adequação do trevo principal de Adamantina, com passagens para pedestres, e instalação de passarelas, dentro do pacote de duplicação da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), com previsão de início, a princípio, para este ano.

O SIGA MAIS solicitou neste domingo (21) posição à concessionária que administra a rodovia, sobre o cronograma das obras de melhorias, e aguarda a manifestação da empresa.

Publicidade

Cóz Jeans
Shiba Sushi Adamantina
P&G Telecomunicações

Publicidade

Insta do Siga Mais