Polícia

Morre o motorista que teve 90% do corpo queimado em assalto

Homem foi alvo de roubo, na última sexta-feira, quando foi agredido e teve o corpo queimado.

Por: Da Redação | Com informações Mais Tupã e Tupã Notícias atualizado: 3 de outubro de 2019 | 14h26
Joaquim de Oliveira, de 54 anos, motorista do carro e vítima do assalto violento, não resistiu e morreu (Reprodução: Site Mais Tupã). Joaquim de Oliveira, de 54 anos, motorista do carro e vítima do assalto violento, não resistiu e morreu (Reprodução: Site Mais Tupã).

Morreu nesta quarta-feira (2) em Marília  o motorista Joaquim de Oliveira, de 54 anos, que foi roubado no último sábado (28) e teve 90% do corpo queimado, próximo ao “Postinho de Universo”, na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), em Tupã.

A vítima estava internada na UTI em Marília, desde o último sábado, e não resistiu aos ferimentos. O autor do latrocínio foi preso no dia seguinte do roubo. O carro que foi roubado também foi recuperado (reveja). (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Monalisa Adamantina
Clínica Savi
Tio Panda Adamantina
Supermercado Godoy

Publicidade

Rede Sete Supermercado
Haddad
JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética

Relembre o caso

Na noite de sexta-feira(27) o Corpo de Bombeiros de Tupã foi acionado pois um homem, aparentando certa idade chegou ao “Postinho de Universo”, em Tupã, com praticamente todo corpo queimado, pedindo por ajuda.

Rapidamente os bombeiros foram ao local, e ao chegar foram informados pelo senhor que um homem armado havia o rendido e fugido com seu carro, um veículo Gol, cor preta, placa de Piacatu EPD 0029.

A vítima, com vários ferimentos ainda relatou que apanhou do criminoso, e que ele havia colocado fogo na vítima antes de fugir com o carro. O senhor relatou que foi contratado para levar o homem de Piacatu para Parapuã, mas no meio do caminho foi anunciado o assalto e ele foi colocado no porta malas do carro.

O homem acusado do crime foi preso na manhã do sábado (28) pela Polícia Civil de Tupã.

Após investigações, os policiais da DIG e DISE de Tupã conseguiram  chegar até o elemento acusado do crime que reside na cidade de Tupã. Ele confessou o crime e permanece  preso.

Ele  ainda confessou que já havia morado em Piacatu e que o carro roubado ele  havia passando para um receptador na cidade de Penápolis, onde o veículo foi encontrado e o receptador preso pela polícia local.

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Auto Doc

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais