Cidades

ARTESP e Eixo SP devem acatar pedido de vereador para passarela entre Parque do Sol e Vila Jamil

Passarela deverá ser executada durante as obras de modernização da SP-294.

Por: Da Redação atualizado: 30 de dezembro de 2022 | 11h15
Região dos novos estudos para passarela, com atendimento direto aos bairros Vila Jamil de Lima e Parque do Sol (Reprodução/Eixo SP). Região dos novos estudos para passarela, com atendimento direto aos bairros Vila Jamil de Lima e Parque do Sol (Reprodução/Eixo SP).

Em Adamantina, a região dos bairros Parque do Sol e Vila Jamil de Lima, cortados pela Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), deve ser atendida por passarela, nas obras de duplicação da rodovia. O calendário de modernização da rodovia, no trecho Parapuã/Panorama, prevê o início das obras em maio do próximo ano. A execução da passarela deverá ocorrer no transcurso dessas obras.

As questões envolvendo a passarela, no trecho da SP-294, em Adamantina, foram abordadas pelo SIGA MAIS em uma reportagem publicada em 2 de setembro último. O levantamento feito pela reportagem, em projetos ligados às obras de modernização da rodovia, identificaram a previsão de duas passarelas no trecho adamantinense, uma indicada para ser instalada na ligação entre o Parque Itamarati e o Distrito Comercial, e outra na região  do Jardim Adamantina, altura do km 595, proximidades da base de atendimento ao usuário da Concessionária Eixo SP.

Projeto com previsão do novo trevo em Adamantina (Reprodução/Eixo SP).Projeto com passarela na região do Parque Itamarati (Reprodução/Eixo SP).Projeto com passarela na região do Jardim Adamantina (Reprodução/Eixo SP).

Os projetos preliminares das obras de modernização da rodovia, segundo levantou o SIGA MAIS, não apontavam qualquer indicação de passarela para um dos trechos mais críticos de travessia de pedestres, na SP-294, em Adamantina, entre os bairros Parque do Sol e Vila Jamil de Lima, altura do km 592/593, onde há histórico de atropelamentos, inclusive com mortes.

Após ter contato com a reportagem o vereador Alcio Ikeda (Podemos) acionou a ARTESP (Agência de Transportes do Estado de São Paulo) e a Concessionária Eixo SP, por meio do Requerimento Nº 134, lido e aprovado na sessão da Câmara Municipal de Adamantina de 5 de setembro, três dias depois à publicação da reportagem. No documento legislativo, o vereador apontou com maior prioridade a ligação entre o Parque do Sol e Vila Jamil de Lima, por permitir a ligação entre dois núcleos habitacionais, sugerindo o remanejamento no projeto da passarela prevista para e região do Jardim Adamantina (que ligaria o bairro a uma área rural), para o local crítico que liga os dois bairros.

Após a solicitação do vereador, Concessionária fez estudos a campo, em Adamantina

Depois do requerimento formalizado pelo vereador Alcio Ikeda, a Concessionária Eixo SP realizou estudos a campo, em Adamantina, por determinação da ARTESP, como respondeu a Agência Reguladora à Câmara Municipal de Adamantina em 13 de dezembro último. No Ofício, a ARTESP detalha todos os estudos desencadeados a partir da comunicação de sugestão feita pelo parlamentar adamantinense. O SIGA MAIS teve acesso ao documento.

Nos estudos a campo foram instaladas câmeras para contagem de pedestres e ciclistas em situação de travessia, nos dois pontos estudados, ou seja, a região dos bairros Parque do Sol e Vila Jamil de Lima, e do Jardim Adamantina/proximidades da rotatória à vicinal Plácido Rocha. As imagens permitiram a contagem de pedestres, ciclistas montados e ciclistas empurrando bicicleta, em travessias na pista.

Também foram realizadas imagens de drones. Na região do Parque do Sol e Vila Jamil de Lima, as imagens mostram o traçado na vegetação, em razão das travessias de pedestres, o que traça o percurso dos moradores, condição que também confirma o fluxo a pé pelo local.

Levantamento na região do Parque do Sol/Vila Jamil (Reprodução/Eixo SP).Levantamento na região do Parque do Sol/Vila Jamil  (Reprodução/Eixo SP).

Os estudos também mapearam as ocorrências de acidentes com atropelamento de pedestres e ciclistas nesses dois pontos da rodovia, além de colisões traseira e transversal, ocorridos desde 1 de janeiro de 2017 a 31 de agosto deste ano. “Como demonstrado nessa correspondência, há muitas travessias de pedestres e ciclistas no local, tendo havido dois acidentes, sendo um 2017 e outro em 2020”, diz o estudo da Eixo SP. “De acordo com os relatórios de mobilidade de travessias protocolados (Protocolo N° 555.020/2021) na ARTESP na data de 24/06/2021, a passarela proposta pelo edital localizada no km 595+000 não atingiu gatilho de implantação, sendo que três dias de contagens foram realizados e o número máximo de travessias na hora pico foi de 6 pedestres, como podemos ver na tabela abaixo”. Veja a tabela que acompanha o documento:

Dados da região da SP-294/Jardim Adamantina (Reprodução/Eixo SP)

Ao final do estudo, a Concessionária entendeu que a localização da passarela, na região do Jardim Adamantina, é desfavorável para os pedestres, considerando a necessidade caracterizada para os moradores do Parque do Sol/Vila Jamil de Lima. “A localização da passarela prevista em contrato não atende à demanda de travessia, visto que sua localização é desfavorável para os pedestres. Como podemos ver na imagem abaixo, a passarela não dá acesso a nenhum bairro ou infraestrutura urbana. Deste modo o remanejamento para o Km 593+000 seria o mais vantajoso, visto que atenderia às travessias entre os bairros Vila Jamil de Lima e Parque do Sol”. Veja a imagem que acompanha essa narrativa da Concessionária:

Previsão de passarela do projeto e a nova proposta (Reprodução/Eixo SP). 

Publicidade

Supermercado Godoy

Publicidade

JVR Segurança
Rede Sete Supermercado

Alteração da passarela para a região do Parque do Sol é adequada

O ofício da ARTES à Câmara Municipal traz em síntese a afirmação de que é adequada a alteração da passarela da região do Jardim Adamantina para o ponto entre os bairros Parque do Sol e Vila Jamil de Lima. “Em 27/10/2022, a Concessionária apresentou estudo, o qual concluiu pela pertinência do remanejamento da passarela prevista no km 595 para o km 593 daquela rodovia, haja vista que não há demanda aparente no local previsto inicialmente”, narra  a ARTESP. “Em reunião virtual realizada em 04/11/2022, entre ARTESP e Concessionária, diante da inobservância de algumas informações no estudo apresentado, entre outros assuntos, foi esclarecido que trata de demanda para quando da duplicação do trecho (conclusão prevista para 2027) e apresentou croqui da situação prevista, indicando os caminhos possíveis e prováveis de pedestres e ciclistas no trecho. A Concessionária informou que entende ser adequada a proposta de implantação de passarela nas imediações do km 593, visto que os projetos de duplicação alterariam significativamente a configuração daquele dispositivo (atualmente em formato “diamante”) de modo que incluiria, na passagem inferior, calçamentos adequados e acessíveis”, continua o documento.

Região do Parque do Sol/Vila Jamil, dos novos estudos (Reprodução/Eixo SP)

A comunicação da ARTESP à Câmara Municipal de Adamantina encerra informando que a demanda exigirá estudos complementares, que serão feitos no momento oportuno. Nos documentos, o SIGA MAIS identificou o calendário de obras da Concessionária, para a modernização da rodovia SP-294, com previsão de início e maio do ano que vem, e término previsto para 2027.

(Reprodução/Eixo SP)

O trecho das obras vai do km 560, no entroncamento da SP-294 com a Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) ao km 685, em Panorama.

Publicidade

Cóz Jeans
Shiba Sushi Adamantina
Nova Foto e Ótica

Publicidade

Insta do Siga Mais