Saúde

Apenas 38,5% do público alvo comparece às unidades de saúde para vacina contra a gripe em Adamantina

Mesmo considerada baixa, cobertura em Adamantina está acima das médias estadual e nacional.

Por: Da Redação atualizado: 28 de maio de 2021 | 17h18
Dados da cobertura vacinal contra a gripe em Adamantina, em 27 de maio de 2021 (fonte: Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações ? SIPNI). Dados da cobertura vacinal contra a gripe em Adamantina, em 27 de maio de 2021 (fonte: Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações ? SIPNI).

Dados públicos do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), do Ministério da Saúde, consultados às 14h desta quinta-feira (27), mostram que apenas 38,5% do púbico alvo para vacinação contra a gripe (influenza), em Adamantina, compareceram às unidades básicas de saúde da cidade para receber a imunização.

De acordo com o SIPNI, o púbico alvo na cidade é formado por 15.836 moradores, sendo que foram aplicadas 6.104 doses da vacina, o que representa 38,5% do universo considerado para imunização.

A cobertura vacinal local é baixa, mas está acima da adesão estadual, que está em 28,6%, e da adesão nacional – que é menor ainda – estando hoje em 22,8%.

Caminho para os dados

No dia 12 de maio a redação do SIGA MAIS enviou solicitação de dados sobre a vacinação local, contra a gripe, a três endereços de e-mails institucionais da Prefeitura Municipal: para imprensa@adamantina.sp.gov.br, com cópias para gabineteadt@adamantina.sp.gov.br e saude@adamantina.sp.gov.br. Nenhum dos três destinatários respondeu ao pedido de informação.

A solicitação seguinte do SIGA MAIS foi feita na última sexta-feira, 21, ao e-SIC (Serviço Eletrônico de Informação ao Cidadão), no site da Prefeitura, que na segunda-feira, 24, primeiro dia útil subsequente, respondeu, e indicou o link do SIPNI, onde estão disponíveis os dados abertos sobre a vacinação. 

Atuais grupos prioritários da vacinação

Podem tomar a vacina idosos com 60 anos ou mais crianças de 6 meses e menores de 6 anos, gestantes, puérperas, profissionais da saúde e professores.

Os grupos que já tiverem recebido a vacina contra a Covid-19 devem respeitar um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas. Os grupos que já receberam a vacina contra Covid-19 levem a carteirinha no dia que forem receber a vacina da gripe.  (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

Rede Sete Supermercado
Daiane Mazarin Estética
JVR Segurança

Campanha segue até 9 de julho

A campanha nacional de vacinação contra a gripe começou no dia 12 de abril e segue até 9 de julho. A cada período os órgãos de saúde convocam os grupos prioritários para a imunização.

A meta do Ministério da Saúde é vacinar, pelo menos, 90% dos grupos prioritários. O órgão ressalta que a importância da vacinação contra a gripe em 2021. A imunização vai prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e a sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19.

Publicidade

Insta do Siga Mais
93 FM Adamantina
Nativa FM Adamantina
Radio Brasil FM

Publicidade

Cinema