Polícia

Pai é preso após agredir bebê de 10 meses, que foi arrastado, colocado em guarda roupa e amordaçado

Homem foi denunciado pela mãe da criança, que procurou a Polícia Civil.

Por: Da Redação atualizado: 31 de outubro de 2019 | 09h20
Pai é preso após agredir bebê de 10 meses, que foi arrastado, colocado em guarda roupa e amordaçado

A equipe da Polícia Civil de Palmital (região de Assis) efetuou a prisão em flagrante de delito nesta terça-feira, 29, de um indivíduo que teria agredido fisicamente o próprio filho de 10 meses de idade.

O delegado de polícia Gustavo Barbosa de Siqueira, atualmente respondendo pela delegacia do munícipio, explica que a genitora compareceu na manhã da terça-feira à Delegacia de Polícia, e narrou que o autor teria agredido o filho de apenas 10 meses de vida, tendo-o inclusive arrastado e colocado dentro de um guarda-roupas, por breve período de tempo, e depois colocado um pano em sua boca, forçando e causando-lhe lesões.

A equipe do Conselho Tutelar Municipal também compareceu na Delegacia de Polícia depois de ter prestado atendimento à vítima e a acompanhado ao Pronto Socorro Municipal, confirmando os fatos.

Diante dos relatos, o Setor de Investigação da Delegacia de Polícia de Palmital se deslocou imediatamente a residência do autor e vítima, e efetuou a prisão em flagrante de delito de M.F.A.O., conduzindo-o até a delegacia. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Tio Panda Adamantina
Clínica Savi

Publicidade

JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética
Haddad
Rede Sete Supermercado

O delegado de Polícia, após ter ouvido pessoal e individualmente cada uma das partes envolvidas, além das testemunhas, efetuou a lavratura do auto de prisão do acusado, incurso nas penas do crime de lesões corporais qualificadas pela violência doméstica, previsto no artigo 129, parágrafo 9° do Código Penal, cuja pena é de detenção de três meses a três anos. “Mais uma vez, a Polícia Civil cumpre com sua função de promover o respeito dos direitos fundamentais da pessoa humana e garantir a segurança pública”, acrescenta o delegado de Polícia Gustavo Barbosa de Siqueira.

Publicidade

Iogurtes Carolina
Dra Maria Gabriela Tiveron

Publicidade

Auto Doc

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais