Polícia

GOE da Polícia Civil de Adamantina mantém intensa rotina de treinamento e prontidão

GOE é mobilizado quando se faz necessária a intervenção especializada e de alto risco.

Por: Comunicação Social | Polícia Civil atualizado: 11 de agosto de 2019 | 18h16
GOE da Polícia Civil de Adamantina mobiliza efetivo de policiais civis da região (Fotos: Polícia Civil). GOE da Polícia Civil de Adamantina mobiliza efetivo de policiais civis da região (Fotos: Polícia Civil).

A Polícia Civil mantém em seus quadros um grupo de policiais que possui função de intervenção em situações de alto risco operacional, este grupo, composto de voluntários, é o Grupo de Operações Especiais – GOE.

Todas as delegacias da área de abrangência da Delegacia de Polícia Seccional de Adamantina contam com o apoio deste seleto grupo de policiais, que sob a supervisão do delegado de polícia. Marcelo Marques da Silva Lemes, sempre está de prontidão para atender todos os municípios quando necessária a intervenção especializada e de alto risco.

GOE tem intensa rotina de treinamentos (Foto: Polícia Civil).

Treinamento envolve prática de artes marciais,  inclusive a defesa pessoal (Foto: Polícia Civil).

Para manutenção do pleno grau de prontidão e especialidade em sua atuação, o GOE possui intensa rotina de treinamentos, que consistem na manutenção do preparo físico dos integrantes, como alongamentos, treinos de condicionamento físico e prática de artes marciais, englobando, inclusive, a defesa pessoal. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy
Tio Panda Adamantina
Monalisa Adamantina

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética
Haddad

Tais treinamentos são ministrados pelo coordenador do grupo em Adamantina, o investigador e professor da Academia da Polícia Civil Israel Pereira Coutinho, que também é instrutor de caratê e faixa preta na citada arte.

Além deste tipo de preparo físico, também passam os policiais por constante treino e preparo de técnicas e táticas policiais de abordagem, conduta e infiltração em locais de risco, além de extenuante treino de manuseio de armas de fogo, emprego de granadas e armamentos não letais, de efeito moral e, por fim, prática de tiro real realizado em estande.

 GOE é mobilizado quando se faz necessária a intervenção especializada e de alto risco (Foto: Polícia Civil).

O GOE de Adamantina conta nesta rotina com a parceria do professor de jiu-jitsu Rafael Tiezzi Bellusci, ministrando aulas aos policiais civis; bem como a cessão de espaço para treinamento na Academia Crosshard, feita pelos seus proprietários, os empresários Herbert Buffon e Luiz Gustavo Lima.

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Auto Doc

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais