Saúde

Seis dos oito postos de saúde de Adamantina estão sem médicos nesta quarta-feira (15)

Entre os motivos, há desligamentos, afastamentos, férias e faltas imprevistas ao trabalho.

Por: Da Redação atualizado: 16 de junho de 2022 | 15h28
Desligamentos, afastamentos, férias e faltas imprevistas ao trabalho atingem atendimento médico à população (Arquivo). Desligamentos, afastamentos, férias e faltas imprevistas ao trabalho atingem atendimento médico à população (Arquivo).

Um levantamento telefônico realizado pelo SIGA MAIS na manhã desta quarta-feira (15) revelou que em seis dos oito postos de saúde de Adamantina não havia médicos das unidades atendendo ao público. Entre os motivos, há desligamentos, afastamentos, férias e faltas imprevistas ao trabalho.

A apuração do SIGA MAIS se deu após reclamação de usuários de saúde que buscaram pelos serviços e não foram atendidos, por falta de profissional médico. A queixa foi recebida nesta terça-feira (14), apontando inicialmente as unidades básicas de saúde (UBS) Dorigo e Vila Cicma. Já hoje o problema ocorreu em outras unidades de saúde (veja abaixo), com atendimento médico em apenas duas delas.

A partir do relato de ontem a redação solicitou nota à Prefeitura de Adamantina, que na manhã de hoje respondeu e confirmou as duas situações, e ainda uma terceira, ligada à UBS 9 de Julho. “A Prefeitura de Adamantina, por meio da Secretaria de Saúde, informa que a profissional que atua na ESF Dorigo, contratada por meio do Programa Mais Médicos, está afastada por atestado médico até o mês de julho, podendo ser prorrogado. Já a profissional que atende na ESF Vila Cicma, também contratada pelo Programa Mais Médico, está em período de férias. A profissional que atende na ESF 9 de Julho pediu desligamento e o Programa Mais Médicos não repôs a vaga do profissional”, diz a nota.

O SIGA MAIS solicitou também informações sobre providências que têm sido tomadas em relação às baixas no quadro de médicos. “Diante da situação da profissional que pediu desligamento do Programa e não houve reposição, a Secretaria de Saúde, já solicitou a contratação do profissional, por meio de concurso público vigente, mas aguarda o interesse do candidato convocado. Contudo, a pasta não pode solicitar reposição pelo concurso para profissionais que estão em período de afastamento. A secretaria reforça que todos os munícipes são acolhidos por sua Unidade de Saúde e remanejados para atendimentos em outras unidades próximas, também com opção de atendimento no CIS em horário diurno e noturno. Sempre que possível a pasta disponibiliza um médico para atendimento na unidade e já solicitou um parecer jurídico com o objetivo de contratar médico para substituição até o retorno do profissional”, completou a nota da Prefeitura.

Publicidade

Supermercado Godoy
Daiane Mazarin Estética

Publicidade

JVR Segurança
Rede Sete Supermercado

Situação nesta quarta-feira

Já nesta quarta-feira, por volta das 11h, para checar além das três situações narradas pela Prefeitura, o SIGA MAIS ligou para as outras cinco UBS, para verificar sobre atendimento médico: UBS Vila Jardim, UBS Jardim Brasil, UBS Cecap, UBS Jardim Adamantina e UBS Mário Covas.

Nas UBS Mário Covas e Jardim Adamantina não há médico atendendo hoje, que faltaram ao trabalho por imprevistos de última hora. Na UBS Cecap a profissional da unidade está em isolamento por Covid-19, porém pela manhã um médico da UniFAI, em programa ligado ao curso de medicina, fez atendimentos.

Apenas nas UBS Vila Jardim e Jardim Brasil, segundo informação telefônica, há médicos na unidade. No Jardim Brasil os agendamentos são para o final do mês ou início de julho.

Publicidade

Nova Foto e Ótica
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais