Saúde

Saúde: Prefeitura vai realizar mais de 3 mil exames de imagem e reduzir fila de espera

Por telefone, paciente será informado sobre o local, data e horário para realizar os exames.

Por: Da Redação atualizado: 30 de setembro de 2018 | 11h32
O secretário municipal de saúde, Gustavo Taniguchi Rufino, presidiu a audiência pública e detalhou receitas, despesas e as ações na saúde pública (Foto: Da Assessoria). O secretário municipal de saúde, Gustavo Taniguchi Rufino, presidiu a audiência pública e detalhou receitas, despesas e as ações na saúde pública (Foto: Da Assessoria).

A Prefeitura de Adamantina deve iniciar nas próximas semanas a convocação de pacientes que estão na fila de espera por exames de imagem, como ressonância magnética, tomografia e ultrassonografia.
O anúncio foi feito pelo secretário municipal de saúde, Gustavo Taniguchi Rufino, na tarde desta quarta-feira (26), durante a audiência pública realizada nas dependências da Câmara Municipal, de prestação de contas da saúde pública, referentes ao segundo quadrimestre deste ano. Cerca de 20 pessoas participaram da audiência.
Segundo Gustavo, a mobilização atende determinação do prefeito Márcio Cardim, em atuar para reduzir a fila de espera por exames de imagem. O secretário detalhou na audiência pública que serão realizados mais 3 mil exames de imagem, sendo 212 exames de ressonância magnética e cerca de 300 exames de tomografia, o que permitirá zerar totalmente a fila, além de cerca de 2.500 exames de ultrassonografia, de um total de 4.900 pedidos junto à Secretaria Municipal de Saúde. Segundo o Secretário, há registros de pedidos de exames datados de 2010.
Os recursos financeiros para a realização desses exames são provenientes de apoio financeiro repassado pelo Governo Federal ao Municípios, o que é objeto do Projeto de Lei Nº 051, de 17 de setembro deste ano, que será votado nesta quinta-feira (27), às 13h30, em sessão extraordinária da Câmara Municipal.
O PL autoriza a Prefeitura a suplementar o atual orçamento de 2018 no montante de R$ 218.772,62 para a área de saúde, que permitirão a contratação de clínicas especializadas na realização dos exames, o que se dará mediante processo licitatório, a ser iniciado imediatamente após a publicação da nova lei autorizatória.
A expectativa é realizar, no mínimo, os 3.012 exames de ultrassonografia, ressonância magnética e tomografia,  o que pode ser ampliado, dependendo dos valores alcançados na licitação.
O secretário explicou que já foi realizada uma retriagem, o que permitiu chegar a esse universo de exames, e esses pacientes estão sendo orientados a aguardar chamado telefônico da equipe da Secretaria Municipal de Saúde, quando o paciente será informado sobre o local, data e horário para realizar os exames.

Audiência Pública

A audiência pública realizada na tarde desta quarta-feira atende uma determinação da legislação brasileira, e visa propiciar ao público informação detalhada sobre o desempenho das receitas e despesas ao longo de cada período. O encontro tratou das contas do segundo quadrimestre deste ano. Os dados do primeiro quadrimestre também foram expostos, o que permite visualizar o comportamento das receitas e despesas no período de janeiro a agosto deste ano.
Nesses oito meses, foram direcionados para a saúde R$ 23.034.209,64, sendo R$ 12.755.469,26 de recursos federais, R$ 534.117,71 em recursos estaduais e R$ 9.744.622,67 em recursos municipais.
Em seguida foram detalhadas as despesas, sendo os valores mais expressivos direcionados aos repasses e transferências à Santa Casa, Clínica PAI Nosso Lar, folha de pagamento dos funcionários da saúde e serviços de terceiros, onde se inserem, por exemplo, exames laboratoriais e de imagem. As despesas pagas somam R$ 21.138.395,08. Outras despesas estão empenhadas e aguardam pagamento.

Publicidade

Clinica Lu Applim

Publicidade

Youtube