Saúde

Santa Casa de Osvaldo Cruz faz procedimento para retirada de feto morto há um mês

Mulher perdeu a criança com oito semanas de gestação, há um mês.

Por: Com informações do Portal Ocnet atualizado: 4 de dezembro de 2019 | 09h55
Mulher passou por procedimento na Santa Casa, na tarde desta segunda-feira (2) que permitiu a remoção do feto (Reprodução/TV Fronteira). Mulher passou por procedimento na Santa Casa, na tarde desta segunda-feira (2) que permitiu a remoção do feto (Reprodução/TV Fronteira).

Familiares de Simone Cristina de Almeida Alves confirmaram nesta segunda-feira (2), após matéria do Portal Ocnet reproduzida pelo Siga Mais (reveja), que a mulher foi submetida a procedimento de curetagem para a retirada do corpo do bebê, morto com pouco mais de dois meses de gestação.

Em entrevista hoje (3) ao Programa Panorama 97 das rádios Clube AM e Califórnia FM de Osvaldo Cruz, o marido de Simone, Claudemir de Carvalho, declarou que a paciente foi atendida durante a tarde e por volta de 18h30 a houve a retirada do bebê morto.

"Fomos muito bem atendidos pelos funcionários e médicos da Santa Casa e graças a Deus deu tudo certo. Quando eram 20h30 ela saiu da sala de cirurgia e a Simone passou bem à noite. Hoje cedo já fomos para nossa casa", disse o marido. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Rede Sete Supermercado
Daiane Mazarin Estética
JVR Segurança
Haddad

Criança morreu com apenas oito semanas de gestação

O esposo de Simone confirmou que o casal perdeu o filho com apenas oito semanas de gestação, após a paciente ter presenciado um atropelamento de uma criança ligada à família. "Minha esposa teve um abalo emocional muito grande, o que pode ter levado à morte do bebê", disse Claudemir.

Desde o atropelamento Simone e o marido viviam uma peregrinação entre a Santa Casa e posto de saúde do bairro onde moram. "Eles só mandavam a gente aguardar, passamos por exames até chegar ao ponto que chegamos ontem. Não precisava de nada disso, procurar a imprensa. Mas felizmente deu tudo certo, agradecemos a equipe da Santa Casa que nos atendeu", frisou Claudemir.

Resposta da Santa Casa

Nesta segunda-feira, 2, a Diretora Clínica da Santa Casa, Natália Gasparoto, afirmou que nos casos de aborto no início da gestação realmente a conduta é aguardar o útero expulsar o feto, desde que não haja hemorragia. O melhor, segundo a médica, é aguardar por se tratar de um método natural.

Caso o abortamento não aconteça naturalmente em até 30 dias o protocolo é realizar a curetagem. A diretora destaca que a curetagem tem riscos e o pior deles é a perfuração do útero.

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Dra Maria Gabriela Tiveron

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais