Saúde

Prefeitura de Adamantina se recusa a informar casos de dengue: cidade tem 1.042 registros em 2020

Após pedidos, Prefeitura não atende imprensa e nega dados sobre dengue em Adamantina.

Por: Da Redação atualizado: 31 de outubro de 2020 | 16h32
Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue (Blog da Saúde/Ministério da Saúde). Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue (Blog da Saúde/Ministério da Saúde).

Adamantina registra neste ano, até o final de setembro, 1.042 casos de dengue confirmados, de um total de 1.578 notificações recebidas pela saúde pública local. Os números foram conseguidos pelo Siga Mais junto ao Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) “"Prof. Alexandre Vranjac", órgão da Secretaria Estadual de Saúde, após as tentativas, sem sucesso, de obtê-los junto à Prefeitura local.

O primeiro pedido de informações sobre dengue, à Prefeitura, foi no dia 22 de outubro, ao e-mail imprensa@adamantina.sp.gov.br. Sem resposta, o mesmo e-mail foi reiterado (reencaminhado) outras duas vezes, nos dias 26 e 28, nesta semana. Todos têm confirmação automática de recebimento. Por parte da Prefeitura, nenhuma informação, pedido de prazo ou justificativa foram apresentadas.

A reportagem do Siga Mais fez contato direto com uma profissional área epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, que lamentou a impossibilidade de atender, informando que o dado só poderia ser requerido pela área de imprensa da Prefeitura.

Sem os dados públicos, e de interesse público, o Siga Mais fez contato com o CVE, que encaminhou links do site da instituição onde estão disponibilizadas informações de todas as cidades do Estado de São Paulo. A partir das planilhas foi possível extrair os registros de Adamantina. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado

Dados de Adamantina

De acordo com os dados do CVE, em todo o ano passado foram 2.757 notificações, com 2.079 casos confirmados, autóctones (contraídos pelos moradores na própria cidade) e 6 casos importados, em Adamantina (acesse os dados completos de 2019). Neste ano, a cidade acumula até o final de setembro 1.042 casos de dengue confirmados, todos autóctones, de um total de 1.578 notificações recebidas pela saúde pública local (acesse os dados completos de 2020).  

Mais transparência

Na sessão da Câmara Municipal realizada no dia 5 de outubro, o vereador Acácio Rocha (PODEMOS) apresentou a Indicação Nº 478/20, onde peque ao prefeito que, aproveitando-se da experiência vivenciada com a divulgação diária de casos da Covid-19, promova, também, a divulgação periódica (diária ou semanal), de casos de dengue, leishmaniose e ocorrências com escorpiões, entre outras endemias.

No documento, o vereador justificou o pedido. “Entendemos que a informação permanente e continuada tem um papel estratégico junto ao cidadão, tornando-o conectado com a realidade endêmica local e capaz de conhecer e reconhecer o cenário, o que pode se tornar um instrumento motivador de consciência, cuidados e observação acerca desses dados divulgados”, escreveu. “Destacamos que promover a correta e ampla informação em saúde pública é um dos princípios do SUS, e tal disponibilização exigiria, tão somente, a extração dos dados que são atualizados nos sistemas próprios”, completou.

A Indicação, entre as matérias legislativas, é uma sugestão apresentada à Prefeitura, que cabe acolher ou não a sugestão apresentada pelo vereador.

(Reprodução).

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais
Cinema