Saúde

Mutirão de limpeza já recolheu mais de 150 caminhões de materiais inservíveis

População adere às ações de combate à dengue promovidas pela Prefeitura.

Por: Natacha Dominato | PMA atualizado: 12 de junho de 2019 | 15h07
Secretaria de Obras e a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente (SAAMA), seguem fazendo no Jardim Brasil o recolhimento de materiais inservíveis (Da Assessoria). Secretaria de Obras e a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente (SAAMA), seguem fazendo no Jardim Brasil o recolhimento de materiais inservíveis (Da Assessoria).

A Prefeitura de Adamantina, por meio da Secretaria de Saúde, informa que continua realizando ações de combate à dengue na cidade. Até o momento, foram retirados mais de 150 caminhões de materiais inservíveis.

“A população está nos apoiando e pedimos que eles coloquem na calçada apenas materiais recicláveis, galhos de árvores e restos de materiais de construção”, explica Francine de Brito Alves, chefe do controle de vetores.

Até sábado (15), a Secretaria de Obras e a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente (SAAMA), seguem fazendo no Jardim Brasil o recolhimento de materiais inservíveis.

Após o Jardim Brasil, a ação será executada na Vila Jardim, Vila Jamil de Lima e Jardim Adamantina. 

A Prefeitura informa que o recolhimento de inservíveis será executado também nos demais bairros, porém pede que a população aguarde a comunicação das datas de recolhimento, evitando desta forma o acúmulo de resíduos nas calçadas. Contudo, os cuidados com as residências e os quintais devem continuar. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Monalisa Adamantina
Supermercado Godoy
Clínica Savi
2019 - O ano de Super Vantagens
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Haddad
Rede Sete Supermercado
JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética

Essa iniciativa está sendo realizada devido ao decreto de emergência publicado na última semana, dado o aumento nos casos de dengue. 

No sábado (15), todas as equipes da saúde e voluntários continuarão aplicando larvicidas nos bairros da cidade em continuidade a ação que teve início na última semana.

Em conformidade com o decreto, o Poder Executivo está autorizado a determinar e executar as medidas necessárias ao controle das doenças e do mosquito transmissor, nos termos da Lei Federal nº 8.080/90 e da Lei Municipal nº 3.870/19 e tais medidas de controle do mosquito Aedes Aegypti deverão ser adotadas pela população e pelo Poder Público.

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais