Saúde

Inquérito apura eventual omissão de 14 proprietários de cães diagnosticados com leishmaniose

Donos dos animais em Inúbia Paulista são investigados pela Polícia Civil.

Por: Da Redação atualizado: 19 de janeiro de 2018 | 13h54
Cães foram diagnosticados com leishmaniose visceral e proprietários acionados, mas as medidas recomendas não foram efetivadas pelos donos (Foto: Secom/PMI). Cães foram diagnosticados com leishmaniose visceral e proprietários acionados, mas as medidas recomendas não foram efetivadas pelos donos (Foto: Secom/PMI).

A Delegacia de Polícia de Inúbia Paulista instaurou procedimento para apurar infração de medida sanitária preventiva contra 14 proprietários de cachorros que se recusaram a sacrificar os animais, mesmo depois de diagnosticados com leishmaniose visceral canina.
Segundo a Polícia Civil de Inúbia Paulista, os donos dos cães assinaram junto à saúde pública do município um termo de responsabilidade das medidas preventivas e de tratamento, mas não cumpriram o compromisso.
De acordo com a Polícia, já foram ouvidos a diretora municipal de saúde, a coordenadora da vigilância epidemiológica e o médico veterinário da Prefeitura de Inúbia Paulista.
A conduta dos proprietários dos animais poderá caracterizar crime, com pena de detenção, de um mês a um ano, e multa.

Publicidade

Clinica Lu Applim

Publicidade

Youtube