Saúde

Estudantes de medicina fazem neste sábado (2) cadastramento de hipertensos e diabéticos

Atividade será neste sábado (2), das 8h às 13h, na Praça Élio Micheloni, centro de Adamantina.

Por: Da Redação atualizado: 11:16
(Divulgação). (Divulgação).

Os alunos do curso de medicina do Centro Universitário de Adamantina (UniFAI) que participam da Liga Acadêmica de Cardiologia (LACARD) e Liga Acadêmica de Endocrinologia e Metabologia (LAEMA) promovem um mutirão de saúde neste sábado (2), das 8h às 13h, na praça Élio Micheloni, centro da cidade, com o objetivo de cadastrar, orientar e acompanhar pacientes hipertensos e diabéticos.

Segundo os mobilizadores, a iniciativa tem a finalidade de promover a saúde à população para que, com cuidados especiais, seja possível atuar para controlar essas doenças crônicas que mais afetam a população brasileira e garantir qualidade de vida dos cidadãos.

Os estudantes destacam que doenças crônicas não transmissíveis são aquelas denominadas como silenciosas, as quais são difíceis de identificar, uma vez que, muitas vezes não apresentam sintomas.  

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
JVR Segurança
Rede Sete Supermercado

De acordo com os estudantes, essas comorbidades têm tratamento, porém, não há cura e podem ser detectadas através de simples exames, sendo eles, de sangue – no caso de diabetes – e a aferição de pressão arterial.

Eles apresentam dados do Ministério da Saúde sobre essas doas doenças. “O Ministério da Saúde levantou dados que são considerados preocupantes no Brasil, já que o perfil brasileiro consta que 24,5% da população foi diagnosticada com hipertensão, e 7,4% com diabetes”, alertam.

Com a iniciativa deste sábado, os estudantes esperam fazer orientação à população, promover a conscientização e a partir do cadastro desenvolver um projeto de pesquisa usando os indicadores locais.

Publicidade

Cóz Jeans
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais