Saúde

Criança com 4 meses de vida pode ter morrido em decorrência de complicações ligadas à dengue

Secretaria Municipal de Saúde aguarda laudo oficial sobre causa da morte.

Por: OCNET atualizado: 27 de julho de 2019 | 09h46
Combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, é o principal meio de evitar a proliferação da doença (Ilustração). Combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, é o principal meio de evitar a proliferação da doença (Ilustração).

A Secretaria de Saúde de Osvaldo Cruz ainda não confirma, mas uma criança moradora aqui na cidade pode ter morrido vítima de dengue em Presidente Prudente.

Pelas redes sociais e fontes foi possível identificar que a bebê de apenas quatro meses de vida estaria internada em Prudente e nesta quarta-feira (24) teria vindo a óbito por volta de 17h50.

A bebê foi transferida para o Hospital Regional de Prudente também nesta quarta-feira, segundo informou o Hospital Regional através de nota.

A reportagem acompanha o caso. O corpo estará no Velório Municipal e o horário de sepultamento ainda não foi definido pela família. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Tio Panda Adamantina
Monalisa Adamantina
Clínica Savi
Supermercado Godoy
2019 - O ano de Super Vantagens

Publicidade

Haddad
JVR Segurança
Rede Sete Supermercado
Daiane Mazarin Estética

Prefeitura emite nota em que diz aguardar laudo oficial sobre causa da morte

A Prefeitura de Osvaldo Cruz, através da Secretaria Municipal de Saúde, informou através de nota que tomou conhecimento sobre a morte de uma criança de 4 (quatro) meses de vida em Presidente Prudente nesta quarta-feira, 24.

 

"A criança faleceu no Hospital Regional de Presidente Prudente e anteriormente não foi avaliada pela Rede Municipal de Saúde de Osvaldo Cruz. Por opção da família, a paciente foi encaminhada diretamente a Presidente Prudente. Assim, não há uma avaliação inicial por médicos locais, o que impossibilita afirmar que a causa do óbito tenha sido por dengue do tipo hemorrágico.

A Secretaria Municipal de Saúde acompanha o caso e tem informações que o corpo da bebê foi submetido a necropsia, onde poderá ser conhecida a causa da morte através de laudo próprio.

Por hora, a Prefeitura de Osvaldo Cruz lamenta a morte da criança, se solidariza com os familiares e permanece atenta ao caso, inclusive com assessoria técnica de dois profissionais médicos. No momento oportuno haverá manifestação a respeito do caso com base em informações documentais", afirma o Município.

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Auto Doc

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais