Saúde

Adamantina é premiada por ações contra a transmissão de HIV e/ou sífilis de gestantes aos seus bebês

Adamantina está entre as 26 cidades de SP reconhecidas na 4ª edição do Prêmio Luiza Matida.

Por: Natacha Dominato | Comunicação/Prefeitura de Adamantina atualizado: 27 de novembro de 2022 | 14h14
Município receberá premiação por atingir os  indicadores selecionados para evitar que as gestantes transmitam o HIV e/ou Sífilis aos bebês (Imagem de Luciana Ferraz/Pixabay). Município receberá premiação por atingir os indicadores selecionados para evitar que as gestantes transmitam o HIV e/ou Sífilis aos bebês (Imagem de Luciana Ferraz/Pixabay).

Adamantina está entre as 26 cidades do Estado de São Paulo que serão premiadas na 4ª edição do Prêmio Luiza Matida. O município receberá a premiação, pois atingiu os indicadores selecionados para evitar que as gestantes transmitam o HIV e/ou Sífilis aos bebês.

O município atua tanto na prevenção quanto na identificação dos casos de gestantes que possuem a doença. Para isso, durante o pré-natal, as grávidas são submetidas ao teste.

Caso seja positivo, o tratamento já tem início a fim de evitar que a doença seja transmitida ao bebê, pois a criança que nasce com Sífilis deve ser acompanhada até os dois anos de idade. Devido às ações, Adamantina tem conseguido controlar o aparecimento dos casos.

Os prêmios serão entregues durante a 7ª Semana Paulista de Mobilização Contra a Sífilis e Sífilis Congênita: “Os desafios da eliminação da sífilis congênita – teste, trate e cure a sífilis adquirida" que acontecerá no dia 5 de dezembro no Centro do Convenções Ibirapuera (HSPE).

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
Supermercado Godoy

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

Conforme explica a secretária de saúde, Franciele Anselmo, as ações de eliminação das doenças se dão por meio de um protocolo municipal de pré-natal completo. “O atendimento oferecido às nossas gestantes supre todas as necessidades garantindo um cuidado integral. Desta forma, é possível realizar a detecção precoce e o tratamento de gestantes que possuem as doenças, bem como de seus parceiros, minimizando os riscos da transmissão da mãe para o bebê”, afirma.

Ela ainda acrescenta que os casos recebem acompanhamento nas Unidades de Saúde, onde são tratadas com medicação específica e acompanhamento rigoroso de acordo com os protocolos do Ministério da Saúde.

Todos os casos são notificados à Vigilância Epidemiológica, que também realiza o acompanhamento dessas gestantes. “Essa premiação reforça o comprometimento dos colaboradores da Secretaria de Saúde junto à população, assegurando a todos usuários um atendimento de excelência”, finaliza. 

Publicidade

Cóz Jeans
Nova Foto e Ótica
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais