Polícia

Polícia Militar divulga vídeo de salvamento de menina soterrada em Paulicéia

Garotinha tem 9 anos de idade e brincava numa cerâmica quando o acidente ocorreu.

Por: Site Junqueirópolis em Dia atualizado: 14 de fevereiro de 2018 | 11h11
Momento em que menina foi resgatada pelos policiais (Fotos: Reprodução). Momento em que menina foi resgatada pelos policiais (Fotos: Reprodução).

Em meio a tantas notícias tristes ocorridas neste tempo de carnaval, inclusive com registro de mortes em Junqueirópolis e cidades da região, um fato ocorrido na cidade de Paulicéia-SP, localizada as margens do Rio Paraná, na divisa dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, merece todo o destaque nos noticiários. A prova é que existe sim um Deus (subjetivo) olhando por todos nós, porém, Ele nos deixou o livre arbítrio e cada um toma as suas próprias decisões.
Apesar de tantas coisas ruins acontecendo, não podemos perder as esperanças e devemos valorizar a cada dia mais as coisas boas que nos são apresentadas. Uma delas, por exemplo, foi o resgate com vida da menina de 9 anos que estava soterrada em uma Cerâmica da cidade pauliceiense. Para o socorro, os policiais militares contaram com o apoio de populares.
“Era um morro de terra onde ela e a amiguinha estavam brincando lá em cima. De repente este morro desabou de uma parte tão profunda que ela se viu soterrada pelo barro. Ela não tinha como prever o que poderia ocorrer”, relatou o Cabo PM Rogério, um dos policiais que atuaram no salvamento da menina que estava soterrada por argila no picador da Cerâmica.
De acordo com o Cabo Rogério, a criança estava soterrada a mais de um metro abaixo da terra e que a única técnica para resgatar a menina de forma segura era cavar com as mãos. “Quando chegamos ao local tinha uma máquina pá carregadeira removendo e terra. Então, imediatamente, pedimos para ela parar porque poderia ferir gravemente a menina. Eu vi que tinha uma vida ali e sabia que o meu esforço físico a traria de volta com vida. Pelos relatos, sabíamos mais ou menos onde ela estaria. Então, ali era esforço físico e com as mãos fomos retirando terra por terra e graças a Deus conseguimos visualizar uma mecha de cabelo. Desobstruímos as vias aéreas e logo ela retomou os sentidos e a respiração, mesmo com dificuldades por causa da pressão no peito exercida pela argila. Mas com calma e numa ação coordenada, liberando membro por membro, conseguimos, com sucesso, resgatar a criança”, explicou o policial Rogério, ao creditar os méritos da ação também para o parceiro Cabo Vitarelli e aos populares que ajudaram na escavação manual.
A menina foi levada nos braços do Cabo Rogério até a viatura policial que fez o deslocamento até o Pronto Socorro local. Segundo informou o médico plantonista Wesley Miqueloti, a menina chegou consciente, não sofreu fraturas, apenas pequenas escoriações na região dorsal, e quadro neurológico estável.
O médico também tranquilizou os familiares sobre qualquer problema em virtude dela ter ingerido terra. “Realizamos a escuta pulmonar para saber se ela tinha aspirado barro. Aparentemente está tudo bem. Quanto a parte abdominal, se ela ingeriu a argila não tem problema algum. O problema seria se fosse pulmonar, mas já foi descartado”, afirmou Miqueloti.

Publicidade

Clinica Lu Applim

Publicidade

Youtube