Polícia

Polícia Federal prende três pessoas na região de Tupã em operação contra pedofilia

PF identificou infratores com a posse e a guarda de imagens, que eram trocadas na internet.

Por: Visão Notícias | Marília atualizado: 5 de julho de 2020 | 11h17
Delegacia da Polícia Federal em Marília (Google). Delegacia da Polícia Federal em Marília (Google).

Agentes da Delegacia da Polícia Federal de Marília realizaram hoje uma operação de combate à pedofilia na região. Além de mandados de busca e apreensão, autorizados pela justiça, duas pessoas foram presas em flagrante.

A operação foi realizada nas cidades de Queiroz e Arco-Iris, na região de Tupã. a partir de inquéritos policiais em andamento.

Em nota oficial, a PF informou que "as investigações lograram êxito em identificar infratores que mantinham posse/guarda e trocariam imagens na Internet envolvendo crianças/menores de idade com conteúdo pornográfico, conforme previsto no art. 241 e variantes do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente)". (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

Segundo a PF, os agentes encontraram nos locais investigados arquivos ligados ao crime de pedofilia e por isso, duas pessoas foram presas em flagrante, "sem prejuízo do desdobramento das investigações a apurar o efetivo compartilhamento destas imagens", acrescenta a nota da PF, divulgada no final da tarde.

Em um dos locais de busca, na cidade de Arco-Íris, foi constatada ainda a posse de um revólver calibre 38 e 18 munições, sem registro, ocasionando na prião em flagrante de uma terceira pessoa que não era alvo das investigações. A apuração do caso prossegue, segundo informa a PF.

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais