Polícia

Polícia Civil identifica motorista que fugiu após acidente que resultou na morte de motociclista

Condutor da camionete estava com o direito de dirigir suspenso e o veículo com licenciamento vencido

Por: Da Redação atualizado: 23 de novembro de 2020 | 11h22
Acidente foi em cruzamento crítico, em Dracena (Reprodução). Acidente foi em cruzamento crítico, em Dracena (Reprodução).

A Polícia Civil de Dracena, por intermédio Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) conseguiu identificar nesta quinta-feira (19) o motorista da camionete Hilux suspeito de ser autor de homicídio culposo ocorrido na noite de quarta-feira (18), decorrente de acidente de trânsito, que levou à morte um homem de 42 anos. O condutor da camionete fugiu do local sem prestar socorro à vítima (relembre o caso)

Segundo o Jornal Regional de Dracena, a vítima era Adriano Marques, conhecido pelo apelido de “Neguinho”, funcionário de uma empresa de luminosos, na cidade. O jornal divulgou ainda que ele foi operador de som por cerca de quatro anos da equipe Bragatto Som e do locutor de rodeio Barra Mansa, por quem era chamado de “Mineirinho”. 

Adriano Marques, de 42 anos, vítima fatal do acidente (Reprodução/Jornal Regional).

De acordo com informações da Polícia Civil, em nota à imprensa, a investigação chegou ao condutor da camionete após análise de câmeras de segurança das imediações do local do crime. O veículo teria invadido a via preferencial e colidido com seu veículo contra uma motocicleta Honda CG 150, de cor vermelha, que era conduzida pela vítima fatal (veja vídeo).

Câmeras permitiram identificar placa da camionete (Cedida/Polícia Civl).

Segundo a nota, através da análise das imagens das câmeras de segurança do “Projeto Hórus”, monitoradas pela Polícia Civil de Dracena, existentes nas entradas e saídas da cidade, foi possível identificar a placa do veículo causador do acidente.  (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética

Ainda no decorrer das investigações, segundo informa a nota, o advogado do condutor da camionete compareceu até a DIG/DISE de Dracena apresentando uma declaração onde o proprietário da camionete identificada assume ter se envolvido no acidente, sendo verificado que ele teria 36 anos e seria morador de uma cidade vizinha. 

Também ficou apurado que o condutor da camionete estaria com seu direito de dirigir suspenso e que o veículo estava com o licenciamento vencido. 

O condutor irá responder, mediante a instauração do inquérito policial, pela prática de crime de homicídio culposo na direção de veículo automotor, que prevê pena de dois a quatro anos de detenção, aumentada em um terço até a metade em razão da suspensão da CNH e por não ter prestado socorro à vítima. 

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais
Cinema