Polícia

Polícia Civil da região de Adamantina cumpre 25 mandados de prisão na operação PC27

Operação acontece em todo o Brasil, de maneira integrada, para cumprimento de mandados de prisão.

Por: Da Redação atualizado: 25 de abril de 2019 | 15h33
Operação PC27 mobiliza estrutura da Polícia Civil no Estado de São Paulo (Foto: SSP/SP). Operação PC27 mobiliza estrutura da Polícia Civil no Estado de São Paulo (Foto: SSP/SP).

A Polícia Civil do Estado de São Paulo deflagrou na manhã desta quarta-feira (24) a operação PC27, que ocorre simultaneamente nos demais estados brasileiros, para cumprimento de mandados de prisão. Mais de 4,5 mil policiais participam da ação.

Na região da Delegacia Seccional de Polícia de Adamantina foram cumpridos 25 mandados de prisão e um adolescente foi apreendido.

Na operação PC27 foram  priorizados alvos com mandados de prisão expedidos entre os anos de 2017 e 2019, especialmente pela prática dos crimes de: homicídio doloso (artigo 121 CPB); violência doméstica (artigo 129, 9 CPB); extorsão (artigo 158 CPB); sequestro e cárcere privado (artigo 148 CPB); roubo (Artigo 157 CPB); estupro (Artigo 213 CPB); estupro de vulnerável (artigo 217 CPB) e exploração e abuso sexual de crianças - pornografia infanto-juvenil (artigo 241 ECA). (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Monalisa Adamantina
Clínica Savi
2019 - O ano de Super Vantagens
Supermercado Godoy
Rede Sete Supermercado

Publicidade

Haddad
Daiane Mazarin Estética
JVR Segurança

Estrutura da operação 

Agentes das 27 unidades federativas saíram às ruas para cumprimento de mandados de prisão. Os policiais de São Paulo integram equipes do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap), da Macro São Paulo (Demacro) e de todos os Departamentos de Polícia Judiciária do Interior (Deinters). Na região policial do Deinter-8 (região de Presidente Prudente) foi mobilizado um efetivo de 219 policiais civis e 69 viaturas.

Além disso, há participação de unidades especializadas como os Departamentos Estaduais de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Investigações Criminais (Deic), de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC) e da Delegacia de Capturas e Delegacia Especiais (Decade). 

A ação, coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC), tem como objetivo retirar de circulação foragidos da Justiça, que cometeram crimes graves como roubo, homicídio, estupro, participação em crime organizado, entre outros. 

A operação contou com levantamento de inteligência de cada umas das polícias envolvidas para maior sucesso ao longo das atuações em campo. O nome da ação é uma referência à união e padronização de todas as polícias civis do país.

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Youtube