Polícia

Polícia Ambiental apreende mais de meia tonelada de pescados e capivara abatida

Pescados apreendidos foram doados para entidades assistenciais.

Por: Da Redação atualizado: 12 de janeiro de 2018 | 08h56
Pescados apreendidos pela Polícia Ambiental foram doados a entidades assistenciais de Presidente Epitácio (Foto: Cedida/Polícia Ambiental). Pescados apreendidos pela Polícia Ambiental foram doados a entidades assistenciais de Presidente Epitácio (Foto: Cedida/Polícia Ambiental).

Nesta quarta-feira (10), durante patrulhamento preventivo pela Estrada Vicinal Hélio Gomes, km 15, em Presidente Epitácio, uma equipe da Base Operacional de Presidente Epitácio abordou um veículo GM, modelo Silverado, em alta velocidade e peso na carroceria, o que chamou a atenção dos policiais.
Durante vistoria foram encontrados na carroceira 595,5 kg de pescados, sendo 531,5 kg de curimba, 8 kg de traíra, 5 kg piau, 23 kg de pacu e 27,5 kg de corvina, todos congelados inteiros e esviscerados.
Questionado quanto à origem dos pescados, o motorista informou ser pescador profissional e possuir uma peixaria em Presidente Epitácio e que comprou os peixes sem comprovante de origem (nota fiscal) na cidade de Ilha Solteira para revender em seu estabelecimento.
Diante dos fatos foi elaborado administrativamente um Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 12.060,00 por transportar espécimes provenientes da pesca proibida, conforme Artigo 36, Parágrafo 1º, inciso III da Resolução SMA 48/2014. 
Segundo a Polícia Ambiental, a quantia de 27,5 kg de corvina não foi apreendida, haja vista não ser objeto de fiscalização por se tratar de espécime exótico, sem restrição de transporte para pescador profissional. O restante dos pescados foi apreendido e por estar bem acondicionado e congelado, foi doado a duas instituições de caridade de Presidente Epitácio.
Em outra ocorrência, uma equipe da Base Operacional de Rosana ao realizar incursão a pé às margens do Córrego Jacutinga com vistas à pesca predatória, deparou com uma pessoa e durante a abordagem foi encontrado nas imediações uma fisga e três bicicletas escondidas.
Logo após, realizando diligências nas margens do córrego avistaram mais duas pessoas, que ao notarem a presença do policiamento, empreenderam fuga juntamente com quatro cães, vindo a abandonar um animal abatido da espécie capivara.
Os envolvidos nessa ocorrência foram posteriormente encontrados na residência de seus familiares. Diante dos fatos foram elaborados três Autos de Infração Ambiental "por matar um animal da fauna silvestre sem autorização da autoridade competente" no valor de R$ 500,00 para cada infrator.
Segundo a Polícia Ambiental, o animal abatido, foi encaminhado à vigilância sanitária do município, para destinação legal.

Fotos

Publicidade

Clinica Lu Applim

Publicidade

Youtube