Polícia

PF apreende helicóptero com meia tonelada de cocaína em Presidente Prudente

Droga vinda do Paraguai era transportada em helicóptero, que parou para reabastecer em canavial.

Por: Da Redação atualizado: 15 de abril de 2019 | 18h16
Helicóptero que transportava cocaína é apreendido em canavial em Presidente Prudente (Foto: Divulgação/PF-SP). Helicóptero que transportava cocaína é apreendido em canavial em Presidente Prudente (Foto: Divulgação/PF-SP).

A Polícia Federal (PF) apreendeu aproximadamente meia tonelada de cocaína e um helicóptero avaliado em R$ 4 milhões, em Presidente Prudente, usado para transporte da droga. A operação denominada Flying Low foi deflagrada na manhã deste sábado (13).

O dono da aeronave, Danilo Sousa Novais, a namorada de um traficante e o piloto, que inicialmente tinha fugido, foram presos. Uma outra pessoa fugiu e não foi localizada.

Helicóptero foi apreendido ao pousar em canavial para reabastecimento (Foto: Divulgação/PF-SP).

Droga apreendida pela PF, que era transportada no helicóptero (Foto: Bruna Bachega/TV Fronteira).

A Operação Flying Low (voando baixo) teve como objetivo combater organização criminosa envolvida com tráfico ilícito de entorpecente, realizado por meio aéreo. As investigações duraram cerca de um ano.

Segundo o chefe da delegacia da PF em Presidente Prudente, Daniel Coraça Júnior, as investigações contaram com "informações de outras forças policiais e de pessoas da região que viam as atividades estranhas", informou ao G1.

Cerca de 25 policiais federias participaram do trabalho, contando com o apoio aéreo da CAOP - Comando de Aviação Operacional da PF e da Polícia Militar do Estado de São Paulo. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

2019 - O ano de Super Vantagens
Rede Sete Supermercado
Supermercado Godoy
Monalisa Adamantina

Publicidade

Haddad
Daiane Mazarin Estética
JVR Segurança

Segundo a PF, a organização criminosa buscava a droga no Paraguai e a levava para o estado de São Paulo. Pelo fato de a aeronave, avaliada aproximadamente em R$ 4 milhões, não ter autonomia para o percurso todo, fazia uma parada para reabastecimento em canavial localizado na zona rural de Presidente Prudente, local em que os traficantes foram abordados pelos federais. 

Helicóptero foi apreendido ao pousar em canavial para reabastecimento (Foto: Divulgação/PF-SP).

Ainda de acordo com a PF, eram realizadas cerca de duas viagens por semana. O helicóptero usava um equipamento avaliado em R$ 1 milhão que permitia voos noturnos. Na mesma operação, veículos de luxo foram apreendidos na capital paulista. Foram apreendidos ainda arma e dinheiro em espécie.

As investigações continuam. De acordo com o delegado regional de investigação, Marcelo Ivo de Carvalho – informa o G1 –, os suspeitos foram "autuados em flagrante pelo crime de tráfico internacional de entorpecentes e associação para o tráfico". Ele informou que o patrimônio do grupo envolvido totaliza aproximadamente R$ 20 milhões e que o transporte da cocaína era remunerado na proporção de 800 reais por quilo.

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Youtube