Polícia

Mulher é morta a pauladas pelo marido, em Panorama; agressor está foragido

Segundo a polícia, agressor usou um cabo de machado para ferir a mulher.

Por: Da Redação atualizado: 19 de maio de 2020 | 10h10
Franciele Martins Domingues da Conceição, de 32 anos, foi morta a pauladas, em Panorama (Reprodução: Panorama Notícia). Franciele Martins Domingues da Conceição, de 32 anos, foi morta a pauladas, em Panorama (Reprodução: Panorama Notícia).

Uma mulher de 32 anos morreu na noite deste domingo (17), em Panorama, após ser agredida a pauladas pelo próprio marido. O crime foi por volta das 21h e o agressor segue foragido.

O corpo da mulher foi encontrado em um terreno no bairro Marrecas, com ferimentos na cabeça. Ao G1, o delegado da Polícia Civil Alessandro Baroni disse que o casal entrou em discussão. Durante a briga a vítima pulou o muro e tentou fugir, mas foi alcançada. Ela foi golpeada com um cabo de machado.

A mulher foi localizada ainda com vida, bastante ferida, e socorrida ao pronto-atendimento municipal de Panorama, mas não resistiu.

Cabo de machado usado na agressão à mulher, apreendido pela Polícia (Reprodução/Panorama Notícia).

O delegado disse ao G1 que havia histórico de agressão entre o casal, o que também foi noticiado pela imprensa da cidade. Segundo informou o Panorama Notícia, a vítima é Franciele Martins Domingues da Conceição. Ela já havia sofrido agressões anteriores, inclusive ferida por faca, conforme relatos de familiar.  A mulher chegou a pedir medidas protetivas na justiça contra o marido, que já havia sido preso por agressões na Lei Maria da Penha.  (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Siga Comunicação
Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética
Dra Maria Gabriela Tiveron

De acordo com o Panorama Notícia, a última medida protetiva foi pedida este ano, dia 11 de maio, e ainda estava vigorando. Mesmo com essa restrição, o casal atualmente estava morando junto.
A mulher era mãe de cinco filhos, entre crianças e adolescentes. O agressor é pai da caçula, de cinco anos. 

O caso foi vai ser investigado pela Polícia Civil de Panorama, em inquérito policial. O crime foi registrado como homicídio qualificado e feminicídio. O agressor é procurado pela polícia.  

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais