Polícia

Mulher é morta a pauladas em Parapuã em briga com inquilino; irmã da vítima ficou gravemente ferida

Homem era inquilino na chácara da vítima e não aceitou o pedido da dona, para que deixasse o imóvel.

Por: Cristiano Nascimento | Mais Tupã! atualizado: 3 de abril de 2021 | 15h15
A taxista Valeria Molina Catirce Okubi, de  46, dona da chácara, morreu após ser atacada pelo inquilino, que não aceitava deixar o imóvel (Foto: Cristiano Nascimento/Mais Tupã). A taxista Valeria Molina Catirce Okubi, de 46, dona da chácara, morreu após ser atacada pelo inquilino, que não aceitava deixar o imóvel (Foto: Cristiano Nascimento/Mais Tupã).

No final da manhã desta sexta-feira (2) um homem em um veículo Ônix acabou capotando o carro em uma estrada vicinal em Parapuã. As primeiras pessoas que chegaram no local perceberam que o homem estava com várias marcas de sangue pelo corpo, mas não apresentava ferimentos. 

Deste modo a Polícia Militar de Parapuã foi acionada, e o homem acabou afirmando para populares que havia matado duas mulheres em um sítio. 

Com a chegada dos policiais militares o caso começou a ser esclarecido. Imediatamente uma equipe da Polícia Militar foi até a chácara onde o motorista do carro havia “matado” as duas mulheres. Chegando no local foram encontradas duas irmãs com vários ferimentos, e rapidamente foi acionada uma ambulância para prestar socorro às vítimas. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
JVR Segurança
Rede Sete Supermercado

Dando início ao trabalho de esclarecimento dos fatos a Polícia Militar conseguiu apurar que, o homem era inquilino na chácara e que as irmãs foram até o local para que ele deixasse o imóvel, no entanto houve uma discussão, e ele atacou as duas a pauladas. Segundo informações preliminares já existia um boletim de ocorrência registrado para que ele deixasse o local. 

Assassino fugiu com o carro da vítima (Foto: Cristiano Nascimento/Mais Tupã).

Após as vítimas não terem mais reação ele pegou o carro de uma delas e fugiu, até perder o controle e capotar o veículo. 

Infelizmente a taxista Valeria Molina Catirce Okubi, de  46 anos não resistiu aos ferimentos e morreu após dar entrada no Hospital de Parapuã. A outra vítima foi transferida para Santa Casa de Osvaldo Cruz e seu estado é considerado grave. 

O autor das agressões foi preso pela Polícia Militar, e deve responder pelos crimes de homicídio, tentativa de homicídio e furto.  

Publicidade

Insta do Siga Mais

Publicidade

Cinema