Polícia

Mulher de 58 anos morre após ser atropelada na passagem inferior de viaduto no trevo de Adamantina

Local não tem passagem exclusiva para pedestre, que atravessam trecho perigoso pelas margens da via.

Por: Da Redação atualizado: 22 de abril de 2024 | 14h33
Acidente ocorreu em um dos viadutos no trevo principal de Adamantina (Siga Mais e redes sociais). Acidente ocorreu em um dos viadutos no trevo principal de Adamantina (Siga Mais e redes sociais).

Uma mulher de 58 anos morreu na noite deste sábado (20), após não resistir à gravidade dos ferimentos decorrentes de atropelamento ocorrido no início da manhã do mesmo dia, quando atravessava a pé a passagem inferior em um dos viadutos no trevo principal de Adamantina. A vítima Gildete Meneses era moradora no Residencial Eco Ville. No local não há passagem exclusiva para pedestres, que dividem o trecho com veículos. O acidente foi pouco antes das 7h da manhã.

Veículo envolvido no acidente (Cedida).Local do acidente, no viaduto (Siga Mais).Partes do veículo no local (Siga Mais).

A mulher foi socorrida pelas equipes do Corpo de Bombeiros com quadro grave, sendo encaminhada ao pronto-socorro da Santa Casa local, onde ficou hospitalizada. Porém, dada a complexidade dos ferimentos, não resistiu.

Publicidade

Supermercado Godoy
Dr. Paulo Tadeu Drefahl | Cirurgião Plástico

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

Conforme divulgou a empresa funerária Haddad Organização Social, o corpo da mulher será velado a partir de terça-feira (23) no espaço Jardim da Saudade, com início previsto para às 7h, e sepultamento às 13h do mesmo dia no cemitério municipal. O velório ocorre nesta data, para aguardar chegada de familiares para as despedidas. Uma filha mora fora do país.

Segundo a Polícia Militar, o automóvel envolvido no acidente é um carro de passeio VW Gol, conduzido por um rapaz de 24 anos, que não se feriu. Ele afirmou aos policiais que perdeu o controle da direção quando fazia a curva no ingresso ao viaduto, sentido via de acesso à Rua Carlos Pegoraro/Distrito Comercial atingindo a parede do dispositivo, e acertando a vítima que fazia a travessia a pé no local. As circunstâncias e eventuais responsabilidades serão investigadas pela Polícia Civil. 

Gildete Meneses, vítima do atropelamento (Reprodução).

Gildete era evangélica e frequentava a Igreja Assembleia de Deus Adamantina (ADA). Em sua página no Facebook, a instituição religiosa publicou nota de pesar pelo seu falecimento. “A ADA está de luto pela perda tão precoce e inesperada da nossa irmã em Cristo Gildete Menezes. Que o Espirito Santo traga o conforto ao coração de todos os familiares e amigos”.

Sem passarela

No local do acidente, as duas passagens para veículos compõem a alça de acesso no local, pela rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, e interliga regiões como Parque do Sol, Eco Ville e Residencial Aliança, à via de acesso, em direção à Vila Jardim, Vila Jamil de Lima e centro.

Travessia de pedestre na manhã deste domingo, 21 (Siga Mais).

A região, a princípio os moradores do Parque do Sol, reivindicam passarela no local. O dispositivo para pedestres se tornou ainda mais necessário com a expansão imobiliária na região, a partir da instalação do Residencial Aliança e condomínios Eco Ville 1, Eco Ville 2.  

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
Cocipa - Hiper Cliente Feliz

Estão previstas obras de adequação do trevo principal de Adamantina, com passagens para pedestres, e instalação de passarelas, dentro do pacote de duplicação da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), com previsão de início, a princípio, para este ano. O SIGA MAIS vai solicitar posição à concessionária que administra a rodovia, sobre o cronograma das obras de melhorias.  

Atualização | Motorista envolvido em atropelamento não era habilitado, apurou a PM

Publicidade

Shiba Sushi Adamantina
P&G Telecomunicações
Cóz Jeans

Publicidade

Insta do Siga Mais