Polícia

Avó é presa acusada de matar bebê de 1 ano golpeando a cabeça com tábua de carne

Versão inicial era de que a criança teria caído da cama, mas após a avó confessou o crime à polícia.

Por: Portal Regional | Dracena atualizado: 20:51
Criança teve afundamento de crânio e não resistiu. Avó está presa, após confessar ter arremessado uma tábua de carne contra a criança (Reprodução). Criança teve afundamento de crânio e não resistiu. Avó está presa, após confessar ter arremessado uma tábua de carne contra a criança (Reprodução).

Um bebê de um ano morreu na tarde desta terça-feira, 25, após levar uma pancada na cabeça com uma tábua de carne, em Nova Guataporanga. O objeto teria sido arremessado pela avó da vítima, de 42 anos.  A princípio a avó disse que o bebê, teria caído da cama e se ferido.

A Polícia Militar informou que por volta das 16h40, o neto estava em um carrinho e bateu algumas vezes na perna da avó. A mulher teria se descontrolado e arremessado uma tábua de carne na cabeça da criança, segundo a PM.

Ele teve um afundamento de crânio e foi socorrida para a Santa Casa de Tupi Paulista, mas não resistiu e morreu na unidade.

A mulher foi presa em flagrante pela PM e levada à Delegacia da Polícia Civil, para o registro da ocorrência. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Monalisa Adamantina
Clínica Savi
Tio Panda Adamantina

Publicidade

JVR Segurança
Haddad
Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado

Por volta das 17h, chegou informação à reportagem do Portal Regional que uma criança havia caído da cama, porém entramos em contato com os Bombeiros em Dracena e nenhuma ocorrência havia sido atendida por eles em Nova Guataporanga.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe foi acionada para comparecer à Santa Casa de Tupi Paulista para atender uma ocorrência de queda acidental suspeita. O próprio hospital entrou em contato com a corporação.

Na unidade de saúde, os policiais conversaram com a avó da vítima, que confessou o crime e contou como tudo aconteceu.

Ainda segundo a PM, a criança era cuidada pela avó, porque a mãe está presa.

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Auto Doc

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais