Polícia

10 de janeiro: 74 de sua criação do Policiamento Rodoviário e Dia do Policial Militar Rodoviário

Policiamento Rodoviário do Estado de São Paulo foi criado em 10 de janeiro de 1948.

Por: Comunicação Social da PM Rodoviária atualizado: 11 de janeiro de 2022 | 09h37
(Divulgação/PM Rodoviária). (Divulgação/PM Rodoviária).

O Policiamento Rodoviário, segmento especializado da Polícia Militar do Estado de São Paulo, comemora neste dia 10 de janeiro de 2021 seus 74 anos de criação e o Dia do Policial Militar Rodoviário.

Aos “10 de janeiro de 1948”, surgia a Polícia Rodoviária do Estado de São Paulo. O sonho e o ideal de um homem, nosso 1º Comandante, Tenente PM José de Pina Figueiredo, tornava-se realidade. A partir de 1962, seus componentes passaram a integrar a então Força Pública do Estado de São Paulo, sob a denominação de Corpo de Policiamento Rodoviário. Hoje, além de sua Sede, o Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv) conta com seis Batalhões de Polícia Rodoviária. São aproximadamente 22.000 km de rodovias guarnecidas diuturnamente pelo CPRv, com o mesmo afinco dos pioneiros do final da década de 40, de modo a honrar irrevogavelmente o compromisso organizacional com a defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana, por meio de ações com foco na segurança pública e viária.

A data de 10 de janeiro, também, contempla a comemoração do Dia do Policial Militar Rodoviário, instituído para relembrar a gênese do Policiamento Rodoviário, por meio do projeto de lei de iniciativa do Deputado Estadual Gil Lancaster, como forma de valorizar nossos profissionais que se empenham diuturnamente para a garantia de um trânsito e de rodovias mais seguras.

De modo a trazer mais efetividade no desenvolvimento das ações, o Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv), por meio de suas Unidades Operacionais, em alinhamento à Segunda Década de Ação pela Segurança no Trânsito, definida para os anos de 2021 a 2030, buscará, por meio da fiscalização e da educação para o trânsito, contribuir para que a meta de redução - ao menos de 50% de lesões e mortes no trânsito - seja alcançada, mitigando os erros intencionais e focando sua atuação em comportamentos de risco.

Alinhado ao Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (PNATRANS), instituído pela Lei n.º 13.614, de 11 de janeiro de 2018, o CPRv também incorpora em suas ações o conceito “Visão Zero”, tendo como premissa básica que o erro humano é inevitável, mas as mortes e ferimentos graves no trânsito não são, com base na compreensão mais profunda das causas das fatalidades e das lesões.

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

Rede Sete Supermercado
Daiane Mazarin Estética
JVR Segurança

A prevenção criminal também é alvo de destaque no âmbito desta Especializada pois, somente no ano de 2021, mais de 164.5 toneladas de drogas foram apreendidas nas rodovias paulistas, maior patamar de toda a série histórica. Ainda, no mesmo ano, foram apreendidos 20,3 milhões de maços de cigarros e 260 armas de fogo, além de 3.916 pessoas presas em flagrante pelos mais diversos crimes.

Na importante seara educativa de trânsito, foi lançada a 50ª edição do tradicional Calendário Institucional do Policiamento Rodoviário, com o intuito de reforçar e sensibilizar as pessoas, com respeito às condutas adequadas para a melhoria dos níveis de segurança no trânsito rodoviário. Nesta edição, com o tema “Juntos Salvamos Vidas”, as campanhas educativas de trânsito a serem realizadas de janeiro a dezembro de 2022 estarão ancoradas em temáticas previstas na Resolução CONTRAN n.º 871/21, e suas lâminas, mês a mês, ressaltarão a importância de reduzir o número de mortes e salvar vidas no trânsito.

Parabéns “Policiamento Rodoviário pelos seus 74 anos” e, mais que isso, parabéns aos Policiais Militares Rodoviários que contribuíram e que continuam contribuindo para alcançar a excelência na prestação dos serviços essenciais de segurança pública nas rodovias paulistas.

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais