Negócios

Proeste permite animais no ambiente de trabalho

Postura mais humanizada é a chave para manter o entusiasmo dos colaboradores.

Por: Da Redação atualizado: 4 de dezembro de 2019 | 10h55
A cadela Paçoca com colaboradas da equipe Proeste Adamantina, um dos quatro animais adotados na empresa local (Divulgação). A cadela Paçoca com colaboradas da equipe Proeste Adamantina, um dos quatro animais adotados na empresa local (Divulgação).

A rede de concessionárias Proeste, entre elas a Proeste Adamantina, permite a inserção de animais no ambiente de trabalho. O assunto foi destaque na intranet do grupo empresarial e compartilhado com o Siga Mais.

Segundo o conteúdo divulgado, em um passado recente a ideia de uma empresa que apoiasse a convivência de animais em suas dependências parecia uma ilusão. Essa concepção evoluiu, o que permite uma perspectiva mais ampla obre o tema. “Hoje, os empreendedores de visão sabem que quebrar os protocolos e adotar uma postura mais humanizada é a chave para manter o entusiasmo dos colaboradores. Fator que reflete diretamente no sucesso do negócio”, afirma a Proeste.

Frank toma conta da mesa de trabalho em Adamantina (Divulgação).

Em Adamantina, a Proeste tem quatro animais adotados: dois cachorros e dois gatos, que recebem cuidados periódicos com alimentação e saúde, além do carinho de toda a equipe.

Que tipos de animais são permitidos?

Via de regra, os animais de estimação autorizados a adoção nas concessionárias Proeste são cachorros e gatos. O grupo empresarial mantém a preocupação e orientações para que os animais não ofereçam riscos e que estejam bem treinados para evitar possíveis dissabores. Assim, estão proibidos cobras, aranhas, sapos e animais com problemas de saúde.

Amendoim é todo sossego na Proeste Adamantina (Divulgação).

Já as normas para cães de maior potencial ofensivo são um pouco severas. Eles precisam estar sempre em uma coleira ou canil, e circularem apenas no espaço de trabalho quando for adequado. Em algumas das lojas Proeste, cães de grande porte são parte da segurança noturna.

Quais as responsabilidades da Proeste para com os seus animais?

A política de conduta para as concessionárias Proeste que aceitam animais é guiada pelo atendimento das necessidades dos colaboradores e respectivos mascotes locais. Então, dessa liberdade também advém certos compromissos, a fim de que todos possam conviver em harmonia.

Garantir os cuidados com água e comida, permanecer em alerta para limpar suas sujeiras, supervisionar a circulação do animal por todos os ambientes são algumas das responsabilidades pactuadas com toda a equipe.

Vitória e Frank: total parceria na agência adamantinense (Divulgação).

Nisso, os funcionários locais também são responsáveis por garantir que os pets não causem problemas aos colegas de trabalho, não arrume encrenca com os demais animais que frequentam a empresa, não danifique equipamentos, objetos, não perturbe o silêncio e a concentração dos funcionários e também não causem nenhum constrangimento a clientes e fornecedores. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Tio Panda Adamantina
Clínica Savi

Publicidade

Rede Sete Supermercado
Haddad
Daiane Mazarin Estética
JVR Segurança

Quais os benefícios que os animais podem trazer a uma empresa?

O fato de ter animais de estimação no ambiente de trabalho comprovadamente torna os funcionários mais relaxados. Ao contrário do que muitos possam imaginar, eles se sentem bastante confortáveis com a situação e o índice de estresse ao final do dia é bem menor.

Chico, da Divelpa em Lençóis Paulista: só falta o crachá (Divulgação).

A prática também permite a maior socialização. Segundo a Proeste, empresas que investem na inserção de animais nos seus espaços de trabalho certamente avaliaram o quanto essa estratégia pode promover a comunicação interna entre os colaboradores. Os animais são um ótimo caminho para iniciar um diálogo mais leve, cujo foco não seja apenas os assuntos corporativos.

O ponto estratégico dessa socialização, diz respeito ao sentimento de conexão entre as pessoas. E dessa forma elas desenvolvem a cultura do trabalho em equipe, conscientizadas da importância de unir esforços em prol de uma performance superior.

Assim como no caso dos funcionários, os clientes se sentem mais relaxados e apresentam uma reação positiva quando há a oportunidade desse tipo de interação. 

A cadela Paçoca - adotada em Adamantina - recebe e retribui carinho (Divulgação).

 

Publicidade

Iogurtes Carolina
Dra Maria Gabriela Tiveron

Publicidade

Auto Doc

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais