Mariápolis

Mariápolis reforça ações contra a pandemia e transforma UBS Eronis em Central Covid

Central Covid-19 em Mariápolis passa a funcionar na UBS Eronis Barbosa da Silva.

Por: Da Redação atualizado: 28 de junho de 2021 | 14h19
Central Covid-19 de Mariápolis passa a funcionar a partir desta segunda-feira (28) na UBS Eronis Barbosa da Silva, com atendimento das 8h às 11h e das 13h às 16h (Foto: Siga Mais). Central Covid-19 de Mariápolis passa a funcionar a partir desta segunda-feira (28) na UBS Eronis Barbosa da Silva, com atendimento das 8h às 11h e das 13h às 16h (Foto: Siga Mais).

Como estratégia e reforço para as medidas locais de enfrentamento à pandemia, a Prefeitura Municipal de Mariápolis vai transformar a Unidade Básica de Saúde (UBS) Eronis Barbosa da Silva, na entrada da cidade, em uma Central Covid. Com essa decisão, o local passa a ser exclusivamente para atendimentos a moradores com quadro suspeito, sintomáticos e/ou positivos para a doença. A medida passa a valer a partir da próxima segunda-feira (28).

O reforço nas ações locais contra a Covid-19 foi decidido pelo prefeito Ricardo Watanabe, vice-prefeito Gilson Paulo Ferreira e pela secretária municipal de saúde Regiane Cristina Penha, após identificada a necessidade de ampliar as medidas, pelo município. As ações visam ampliar a proteção aos moradores e profissionais que trabalham na linha de frente.

Assim, todos os atendimentos de moradores da cidade com quadro suspeito, sintomáticos e/ou positivos para Covid-19 passam a ser feitos na UBS Eronis, das 8h às 11h e das 13h às 16h. No local uma equipe vai atuar exclusivamente para esses atendimentos, colhendo amostras biológicas para exames, prestando orientações e o suporte aos pacientes.

Já os atendimentos para outras necessidades em saúde, dos moradores que atualmente são atendidos nesta UBS, serão temporariamente realizados no Centro de Saúde “Ary Toledo Silva (em frente à Praça Frei Dionísio), também das 8h às 11h e das 13h às 16h. 

Higienização de mãos, uso de máscaras e evitar aglomerações

Três importantes orientações das autoridades de saúde, em todo o mundo, são mantidas vigentes e devem ser respeitadas pelos moradores: o uso de máscaras de proteção facial mesmo aqueles que já tenham tomado as duas doses da vacina; a higienização das mãos com água e sabão e/ou álcool gel; e manter o distanciamento social, evitando aglomerações, inclusive festas e agrupamentos familiares. Todas essas medidas visam restringir a transmissão do vírus.

Melhorias continuadas na saúde

A atenção à saúde pública em Mariápolis vem recebendo atenção da atual administração municipal desde o começo de janeiro, início do novo governo municipal, e gradativamente, passo a passo, as melhorias são percebidas na cidade.

Além da reorganização das rotinas e serviços e garantir o suporte em saúde aos moradores, uma das primeiras decisões foi transferir a farmácia pública da UBS Eronis para o Centro de Saúde. A medida, que era reivindicada há muito tempo pela população, permitiu maior facilidade aos moradores, para a retirada de medicamentos.

Ainda, junto ao novo espaço, melhor centralizado, os estoques estão abastecidos e são constantemente repostos, o que permite o atendimento às necessidades dos moradores.

Vacinação prossegue

Desde quarta-feira (23) a Secretaria Municipal de Saúde de Mariápolis começou a vacinar os moradores do município com idade de 43 a 49 anos, contra a Covid-19. A aplicação dessa primeira dose acontece no Centro de Saúde Ary Toledo Silva. É preciso levar o CPF e RG para a identificação. O uso de máscaras de proteção facial é obrigatório.

Publicidade

Prefeitura Municipal de Mariápolis

Publicidade

Prefeitura Municipal de Mariápolis

Em relação às próximas faixas etárias que serão imunizadas é importante que o morador acompanhe as orientações que serão divulgadas, a cada nova etapa, pela Secretaria Municipal de Saúde. As novas etapas, na cidade, dependem da chegada das doses.

Em paralelo à vacinação a esse grupo de 43 a 49 anos, segue também a vacinação para todos os grupos que já foram chamados anteriormente: pessoas com 50 anos ou mais, deficientes e moradores com comorbidades. Dentro desse grupo, quem ainda não tomou a primeira dose, deve procurar o Centro de Saúde. E os que já receberam a primeira dose, devem ficar atentos com a data para o recebimento da segunda dose.

De acordo com o mais recente boletim epidemiológico de casos da Covid-19 divulgado pela Prefeitura de Mariápolis, com data desta quinta-feira (24), há na cidade 2.155 doses aplicadas contra a Covid-19, das quais, 1.583 moradores receberam a primeira dose e 572 já estão vacinados com duas doses.

Casos

Ainda de acordo com o boletim epidemiológico, a cidade tem 689 notificações para Covid-19 desde o início da pandemia. Dessas, 421 foram descartadas (exames deram resultados negativos) e 260 evoluíram para casos positivos da doença, com 229 moradores curados. Há ainda 8 moradores aguardando resultados de exame, 22 casos ativos em moradores e outros 2 moradores da cidade hospitalizados. Em relação a óbitos, foram 7 mortes desde o início da pandemia.

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança