Mariápolis

Mariápolis realiza III Conferência Lúdica e VII Conferência dos Direitos da Criança e do Adolescente

Conferências foram organizadas pela Secretaria Municipal de Assistência Social de Mariápolis.

Por: Da Redação atualizado: 15 de dezembro de 2022 | 11h47
Representante das crianças e adolescentes e autoridades municipais na abertura da Conferência (Da Assessoria). Representante das crianças e adolescentes e autoridades municipais na abertura da Conferência (Da Assessoria).

Mariápolis realizou na tarde desta segunda-feira (12) a III Conferência Lúdica e VII Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. As atividades foram organizadas pela Secretaria Municipal de Assistência Social e tiveram a participação de crianças e adolescentes, da comunidade, setores da sociedade civil e autoridades.

 (Imagem: Da Assessoria).(Imagem: Da Assessoria).(Imagem: Da Assessoria).

Em todo o Brasil – em etapas municipais, estaduais e nacional – a Conferência dos Direitos da Criança e do Adolescente tem como tema “A situação dos direitos humanos de crianças e adolescentes em tempos de pandemia de Covid-19: violações, ações necessárias para reparação e garantia de políticas de proteção integral, com respeito à diversidade”.

Publicidade

Prefeitura Municipal de Mariápolis

Publicidade

Prefeitura Municipal de Mariápolis

Conforme o calendário das Conferências, as etapas municipais devem ser concluídas em todos os municípios brasileiros até o final deste mês. As etapas estaduais devem ser realizadas até agosto do ano que vem, e a etapa nacional está prevista para ocorrer em novembro de 2023.

(Imagem: Da Assessoria).(Imagem: Da Assessoria).(Imagem: Da Assessoria).

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social de Mariápolis, as conferências são espaços amplos e democráticos de reflexão, discussão e articulação coletivas em torno de propostas e estratégias que apontam diretrizes para as várias políticas setoriais envolvidas, como a da assistência social, da educação, da saúde, do esporte e lazer, da cultura, do transporte e acessibilidade.

Publicidade

Supermercado Godoy

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

A principal característica das conferências é reunir representantes do governo e da sociedade civil, especialmente as próprias crianças e adolescentes, para debater os principais desafios e decidir as prioridades para a política de direitos humanos de crianças e adolescentes.

(Imagem: Da Assessoria).(Imagem: Da Assessoria).

As conferências têm caráter deliberativo, isto é, o que elas definem tem extrema relevância pública e deve ser considerado pelos gestores das políticas e pela sociedade brasileira, cabendo aos conselhos estimular e fiscalizar o cumprimento de suas deliberações.

(Reprodução).

Publicidade

Cóz Jeans
Nova Foto e Ótica