Mariápolis

Mariápolis faz campanha para ampliar adesão e homens a exames preventivos no Novembro Azul

Moradores são orientados a retirar o pedido de exames com antecedência, para orientações.

Por: Da Redação atualizado: 18 de novembro de 2021 | 18h49
(Divulgação). (Divulgação).

A Secretaria Municipal de Saúde de Mariápolis está realizando campanha para ampliar a adesão dos homens à realização de exames preventivos, sobretudo para detecção de possíveis casos de câncer de próstata. Os exames são realizados o ano todo e podem ser procurados pelos moradores, dentro das rotinas da unidade de saúde, porém ganham mais ênfase com as campanhas do Novembro Azul.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os moradores interessados na realização dos exames devem comparecer na Unidade Básica de Saúde (UBS) “Ary Toledo e Silva” (Postão), em frente à Igreja Matriz, com antecedência, para a retirada do pedido de exames e receber orientações para a coleta de materiais, que vai acontecer nos dias 27 de novembro e 4 de dezembro, das 8h às 14h.

Assim, para a melhor organização do espaço e a melhor dinâmica dos atendimentos, os moradores são orientados a fazer a retirada dos pedidos com antecedência, para que também possam ser orientados e tirar dúvidas com os profissionais de saúde.  

A iniciativa internacional “Novembro Azul” teve origem na Austrália no ano de 2003 e foi comemorado no Brasil pela primeira vez em 2008. O Novembro Azul tem como objetivo sensibilizar e conscientizar a população masculina em relação aos cuidados com a saúde e a importância da realização dos exames de prevenção contra o câncer de próstata.

Publicidade

Prefeitura Municipal de Mariápolis

Publicidade

Prefeitura Municipal de Mariápolis

O câncer de próstata

O câncer de próstata é o tumor que afeta a próstata, glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis. Embora seja uma doença comum, por medo ou desconhecimento, muitos homens preferem não conversar sobre o assunto. Dentre os principais procedimentos para diagnóstico estão o exame de toque retal, em que médico avalia o tamanho, a forma e a textura da próstata; e o exame de PSA, que verifica no sangue a quantidade de uma proteína chamada de Antígeno Prostático Especifico (PSA), produzida pela próstata.

Na fase inicial, o câncer de próstata pode não apresentar sintomas e, quando apresenta, os mais comuns são: dificuldade de urinar; demora em começar e terminar de urinar; sangue na urina; diminuição do jato de urina; necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite.

Dentre os principais fatores que podem aumentar o risco de os homens terem câncer de próstata estão: história de câncer na família, pai ou mãe antes dos 60 anos; fatores genéticos; estilo de vida. Por isso, alimentação saudável, manter o peso corporal adequado, praticar atividade física, não fumar e evitar o consumo exagerado de bebidas alcoólicas estão entre as principais ações para prevenção desse tipo de câncer.

O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais frequente nesse público em todo o mundo e 75% dos casos ocorrem em homens acima de 65 anos. Segundo o Atlas de Mortalidade por Câncer, divulgado pelo (Instituto Nacional do Câncer (Inca) em 2021, mais de 15,9 mil óbitos por câncer de próstata foram notificados no ano de 2019. O número representa 13,1% de todos os casos de óbitos por câncer em homens. 

O SUS oferece tratamento de câncer de próstata em hospitais habilitados em oncologia, incluindo exames clínicos, procedimentos cirúrgicos e tratamentos, como prevê a Política Nacional para a Prevenção e Controle do Câncer (PNPCC).

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy
Cóz Jeans

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

Publicidade

Cóz Jeans