Lazer

Após cobranças, sai balancete: Prefeitura gastou mais de R$ 327 mil com a Expoverde 2019

Prefeito anunciou em agosto que a festa seria de graça, sem custos para o contribuinte.

Por: Da Redação atualizado: 24 de outubro de 2019 | 16h33
Expoverde aconteceu de 4 a 8 de setembro no Recinto Poliesportivo, em Adamantina, com realização da Prefeitura de Adamantina (Foto: Divulgação). Expoverde aconteceu de 4 a 8 de setembro no Recinto Poliesportivo, em Adamantina, com realização da Prefeitura de Adamantina (Foto: Divulgação).

No começo da tarde desta quarta-feira (23), passados 45 dias do final da Expoverde 2019, e após o Requerimento N° 327/19, de 7 de outubro passado, autoria dos vereadores Acácio Rocha, Alcio Ikeda, Hélio José dos Santos e Paulo Cervelheira, a Prefeitura de Adamantina divulgou o balancete do evento, que aconteceu de 4 a 8 de setembro passado.

Balancete final da Expoverde foi divulgado 45 dias depois o evento e após cobrança dos vereadores (Reprodução).

Na abertura solene do evento, dia 4, o prefeito disse publicamente que até o sábado (7), véspera do encerramento do evento, divulgaria um balancete preliminar da atividade, o que não ocorreu.

Após isso, e passados mais de 30 dias sem qualquer manifestação da Prefeitura sobre o tema, os quatro vereadores apresentaram o Requerimento na Câmara Municipal, no dia 7 de outubro, cobrando do prefeito a prestação de contas detalhada. Após o envio do Requerimento à Prefeitura, foi iniciado o prazo de 15 dias para que a solicitação fosse respondida.  

Antes de encerrado o prazo, a Prefeitura divulgou à imprensa na tarde desta quarta-feira o balancete da Comissão Organizadora. E ao contrário do que o prefeito publicou em suas redes sociais em agosto, de que a festa seria totalmente de graça, sem custo para o contribuinte. A divulgação do balancete mostrou que a Prefeitura injetou R$ 327.706,49 em recursos públicos, arrecadados pelos cofres municipais, no evento.

Prefeito faz publicação em sua página no Facebook,  em agosto, e diz que evento seria totalmente de graça para o contribuinte (Reprodução) 

No balancete divulgado, a Comissão Organizadora detalha as despesas com o evento, no total de R$ 327.706,49. Já as receitas foram obtidas com a venda de espaços, estandes e doações no valor de R$ 127.568,00, além de R$ 10.470,65 recebidos via ISS sobre contratações para o evento, e outros R$ 62.197,50, recebidos de ISS recolhidos pela Prefeitura no rodeio realizado pela iniciativa privada em junho passado, que totalizam R$ 200.236,15. Além dos recursos públicos recebidos dessas fontes, a Prefeitura de Adamantina injetou mais R$ 127.470,34, o que permite alcançar a destinação total de R$ 327.706,49, para o evento. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Tio Panda Adamantina
Supermercado Godoy
Monalisa Adamantina
Clínica Savi

Publicidade

JVR Segurança
Haddad
Rede Sete Supermercado
Daiane Mazarin Estética

Avaliação positiva

Segundo nota à imprensa divulgada pela Prefeitura, o evento reuniu 80 mil pessoas, aproximadamente, durante os cinco dias.

Em comparação a 2018, houve um crescimento de mais de R$ 21 mil em vendas de espaços. De doações voluntárias, os recebimentos saltaram de R$ 12.300,00 em 2018 para R$ 40.800,00 em 2019.

“Esse ano, os empresários da cidade e os expositores investiram ainda mais na festa e aqueles que não participaram o ano passado vieram de alguma forma nos ajudar na realização da mesma, pois recebemos mais doações e já temos a garantia de que muitos voltarão o ano que vem, porque saíram satisfeitos com os resultados obtidos”, afirma o presidente da comissão organizadora, João Vitor Marega.

O total arrecadado entre vendas de espaços, doações voluntárias, receitas ISS e receitas da festa do peão que são investidas na Expoverde, resultou em um total de R$ 200.236,15, o que fez a prefeitura injetar mais R$127.470,34, para cobrir todas as despesas do evento, que totalizaram 327.706,49.

Para a realização da festa, a prefeitura contratou shows, publicidade, ar condicionado, material de consumo, uniformes, pagou contas de energia, de água, serviços médicos, encargos e horas extras aos funcionários.

“A Comissão Organizadora da Expoverde esclarece que a prestação de contas foi entregue hoje, pois estávamos aguardando o fechamento das contas referente ao consumo de água e energia elétrica bem como o levantamento de horas extras dos funcionários que trabalharam na festa. Com este saldo positivo temos certeza que com este molde de realização, resgatamos a Expoverde que volta a ser motivo de orgulho para todos os adamantinenses”, finaliza Marega.  

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Auto Doc

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais