Geral

Superlua: fenômeno volta a acontecer nesta segunda-feira

Fenômeno permite visualizar uma lua até 14% maior e 30% mais brilhante que o normal.

Por: Da Redação atualizado: 10 de março de 2020 | 09h42
Fenômeno Superlua acontece quando o satélite está em sua fase cheia no ponto mais próximo da Terra (Reprodução/R7). Fenômeno Superlua acontece quando o satélite está em sua fase cheia no ponto mais próximo da Terra (Reprodução/R7).

Nesta segunda-feira (9) o fenômeno da Superlua volta a chamar a atenção e promete iluminar a noite. O nosso único satélite natural estará em seu ponto mais próximo da Terra e em sua fase mais luminosa: a da Lua cheia. A essa coincidência, os astrônomos dão o nome de Superlua.

Segundo explicam os especialistas, a distância média entre a Lua e a Terra é de cerca de 384 mil quilômetros (km). No entanto, por se tratar de uma órbita oval, essa distância pode variar de 400 mil km, quando mais distante, até cerca de 360 mil km, nos períodos de maior proximidade.  (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Rede Sete Supermercado
Daiane Mazarin Estética
JVR Segurança
Dra Maria Gabriela Tiveron

 

“A Superlua é um evento decorrente da coincidência de dois fatos astronômicos. O primeiro é que a Lua não gira em torno da Terra em formato de circunferência, mas em uma órbita um pouquinho achatada. Então, ela tem de estar no ponto mais próximo da Terra, que chamamos de perigeu e, ao mesmo tempo, na fase cheia”, explica o coordenador do projeto Astro&Física do Instituto Federal de Santa Catarina e doutor em física pela Universidade Federal de Santa Catarina, professor Marcelo Schappo.

Essa condição permite visualizar uma lua até 14% maior e 30% mais brilhante que o normal. Já a próxima e última Superlua do ano ocorrerá um mês depois, em 8 de abril.

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais