Geral

Organização de Cegos e Defensoria processam BC por falta de acessibilidade em notas de R$ 200

Defensoria Pública vai à Justiça para que Banco Central retire cédulas de R$ 200 de circulação.

Por: Organização Nacional de Cegos do Brasil | ONCB atualizado: 15 de outubro de 2020 | 18h36
O tamanho da cédula é o mesmo da nota de R$ 20, dificultando a diferenciação por pessoas com deficiência visual (Reprodução). O tamanho da cédula é o mesmo da nota de R$ 20, dificultando a diferenciação por pessoas com deficiência visual (Reprodução).

A Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB), a defensoria Pública da União e a Defensoria Pública do Distrito Federal entraram com uma ação civil pública contra o Banco Central e a União por falta de acessibilidade às notas de R$ 200. O tamanho da cédula é o mesmo da nota de R$ 20, dificultando a diferenciação por pessoas com deficiência visual.

O processo foi protocolado na 13ª Vara Cível Federal de São Paulo, na última sexta-feira (9). A ação solicita à Casa da Moeda que tome as medidas necessárias para que a acessibilidade seja garantida às pessoas com deficiência visual, inclusive com a adequação do parque fabril para a confecção de notas em tamanho diferenciado. Com isso, a circulação das cédulas estará de acordo com a legislação referente à pessoa com deficiência, como a Lei 10.098/00, no Decreto n. 5296/04, e na Lei n. 13.146/15 (Lei Brasileira de Inclusão – LBI). (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

JVR Segurança
Rede Sete Supermercado
Daiane Mazarin Estética

Manifesto da Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB) denunciando a falta de acessibilidade em nota de R$200 tem sido destaque em diversos veículos de imprensa ao redor do país e ganhou apoio formal de entidades de defesa de direitos e autoridades.

 

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais
Cinema