Geral

Morre em São Paulo Rolando Boldrin, expoente da cultura sertaneja

Velório será na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Por: Agência Brasil atualizado: 10 de novembro de 2022 | 10h27
Ator de filmes premiados e de novelas acompanhadas no Brasil inteiro e até no exterior, Rolando Boldrin tornou-se compositor e grande contador de causos (Divulgação/TV Cultura). Ator de filmes premiados e de novelas acompanhadas no Brasil inteiro e até no exterior, Rolando Boldrin tornou-se compositor e grande contador de causos (Divulgação/TV Cultura).

Morreu nesta quarta-feira (9), aos 86 anos de idade, o ator, cantor, compositor e apresentador de TV Rolando Boldrin. A informação foi confirmada pela Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV Cultura de São Paulo, onde Boldrin apresentou o programa Sr. Brasil por 17 anos.

A causa da morte não foi revelada. O velório do artista ocorrerá na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). O horário ainda não está confirmado.

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
Supermercado Godoy

Publicidade

JVR Segurança
Rede Sete Supermercado

Nascido em São Joaquim da Barra (SP), em 1936, Boldrin foi ator de filmes premiados, de novelas de grande audiência e compositor, cantor, apresentador e grande contador de causos. Atuou em mais de 30 novelas, como O Direito de Nascer; As Pupilas do Senhor Reitor; Os Deuses Estão Mortos; Quero Viver; Mulheres de Areia; Os Inocentes; A Viagem; O Profeta; Roda de Fogo; Cara a Cara; Cavalo Amarelo e Os Imigrantes.

Com seus programas de televisão, Boldrin tornou-se uma figura emblemática da cultura popular brasileira. Apresentou os programas Som Brasil, na Rede Globo; Empório Brasileiro, na TV Bandeirantes; e Empório Brasil, no SBT. Na TV Cultura, esteve à frente do Sr. Brasil desde 2005.

Publicidade

Cóz Jeans
Nova Foto e Ótica
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais