Geral

Governo 100% digital: SP Sem Papel já tem 1,5 milhão de documentos tramitados

Programa elimina impressos nos órgãos do Estado e já está implantado em todas as Secretarias.

Por: Portal do Governo de SP atualizado: 13 de janeiro de 2020 | 10h31
Programa reduz gastos do estado e simplifica acesso a documentos (Reprodução). Programa reduz gastos do estado e simplifica acesso a documentos (Reprodução).

Para tornar a gestão pública mais eficiente e colocar fim ao desperdício e custos desnecessários, a Prodesp, empresa de tecnologia do Governo de São Paulo, implantou o programa SP Sem Papel, que em cinco meses de vigência entre os órgãos da administração estadual acaba de ultrapassar a marca de 1,5 milhão de documentos processados e tramitados de forma 100% digital, que totalizam quase nove milhões de páginas.

Se colocadas lado a lado, a quantidade de páginas de impressos daria para percorrer uma distância de quase 2500 km, o equivalente ao trajeto, em linha reta, de São Paulo até Belém, capital do Pará.

A produção de documentos no formato digital também trouxe benefícios econômicos aos cofres públicos. Para tramitar o volume total de páginas em meio físico, os custos à administração chegariam a aproximadamente R$ 510.000,00. No SP Sem Papel, esse valor reduziu para apenas R$ 2.800,00. Uma economia de aproximadamente 99,5%.

De acordo com o Presidente da Prodesp, André Arruda, tornar o Estado totalmente digital exige coragem para rever conceitos dentro da administração.

“Numa era em que a tecnologia está 100% presente, o poder público precisa buscar soluções inovadoras e seguir em movimento para aprimorar os serviços prestados aos cidadãos”, destacou Arruda, que aproveitou para explicar ainda que mudar velhas práticas é o grande desafio para a desburocratização interna, gerenciamento de recursos e redução de gastos.

O SP Sem Papel é um marco na história da administração pública estadual, tornando o trâmite de documentos mais ágil entre as autarquias, contribuindo com a eficiência do setor público e do atendimento ao cidadão. O programa conta hoje com mais de 150 mil servidores ativos no sistema, das 24 Secretarias do Governo e na Prodesp. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança
Haddad

Em 2020, a administração indireta também fará parte do programa. Para assegurar o sucesso desta ação, os servidores de todas as áreas do Governo passam por treinamento para conduzir a iniciativa. Até o momento mais de 100 mil servidores foram capacitados.

Com o fim dos documentos impressos, o Governo paulista projeta economizar cerca de 75% com impressões e compra de papel. Na Prodesp, por exemplo, em cinco anos, a estimativa é deixar de gastar mais de cinco milhões, fora o gasto indireto com transporte, Correio e armazenagem física.

O SP Sem Papel conta com o apoio do Arquivo Público, responsável por garantir que a solução seja aderente às políticas públicas de gestão documental do Governo do Estado, e da Fundação Vanzolini, para a capacitação dos servidores.

Prodesp

A Prodesp é a empresa de Tecnologia da Informação do Governo do Estado de São Paulo. Criada em 1969, também é responsável pela gestão e operação dos programas Poupatempo e AcessaSP.

Em 2016, foi eleita a melhor empresa do segmento Indústria Digital do Brasil, no ranking Melhores & Maiores da revista Exame. Por quatro anos consecutivos (2016, 2017, 2018 e 2019), a empresa foi contemplada com o Destaque do Ano do Anuário Informática Hoje, na categoria “Prestador de Serviços para Governo (empresas de grande porte)”.

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Dra Maria Gabriela Tiveron

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais