Geral

Euroclima aprova projeto elaborado pela UniFAI, Prefeitura e organização centro-americana

Projeto é voltado à produção resiliente de alimentos frente à mudança climática.

Por: Daniel Torres | UniFAI atualizado: 11 de março de 2019 | 14h54
Euroclima aprova projeto elaborado em parceria entre UniFAI, Prefeitura e organização centro-americana; projeto é voltado à produção resiliente de alimentos frente à mudança climática e atende ao chamamento da União Europeia a países latino-americanos (Foto: Cláudia Puerta). Euroclima aprova projeto elaborado em parceria entre UniFAI, Prefeitura e organização centro-americana; projeto é voltado à produção resiliente de alimentos frente à mudança climática e atende ao chamamento da União Europeia a países latino-americanos (Foto: Cláudia Puerta).

O Programa Euroclima+ aprovou nesta semana o projeto elaborado pelo consórcio liderado pela Comunidade Fronteiriça Trinacional Rio Lempa (Mancomunidad Trinacional Fronteriza Río Lempa, composto por nove municípios da Guatemala, El Salvador e Honduras) em parceria com o Centro Universitário de Adamantina (UniFAI), a Prefeitura de Adamantina e o Centro Universitário de Oriente da Universidad San Carlos, na Guatemala.

O projeto faz parte de um programa de cooperação regional entre a União Europeia (UE) e a América Latina com foco na produção resiliente de alimentos frente à mudança climática. O valor total de investimento é de € 1,5 milhão, ou seja, cerca de R$ 6,39 milhões, sendo que a cota da UniFAI e da Prefeitura corresponde a € 250 mil (€ 125 mil ou R$ 532,5 mil para cada parceiro).

"Iniciamos a partir de agora uma fase de preparação das condições prévias à execução, o que demanda reuniões presenciais ou virtuais para discutir a implementação da proposta envolvendo os dez municípios de quatro países e duas universidades", explicou o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UniFAI, Prof. Dr. José Aparecido dos Santos.

Os avaliadores europeus qualificaram em 74,5 pontos, de um total de 100, a proposta de ação, capacidade técnica, infraestrutura e experiência em gestão de projetos, de acordo com o chamamento.

"Pedimos ao consórcio implementador para entrar, desde já, em contato com todos os PFNs [pontos focais nacionais] dos países onde se planejam atividades de seu projeto e realizar uma reunião virtual ou presencial com recursos próprios para apresentar a proposta do projeto. Uma vez cumpridos esses requisitos dos processos de revisão, o acordo de subvenção se celebrará entre a GIZ [Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit, Agência Alemã de Cooperação Internacional] e sua organização", informou o comunicado encaminhado pelo Programa à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UniFAI.

"Existem alguns eixos nos quais iremos atuar, como o da compostagem com o uso de biotecnologia, recomposição da cobertura vegetal de algumas áreas degradadas e também o apoio a duas linhas de produção: agrícola e de leite. Professores, alunos da UniFAI e técnicos estarão envolvidos", apontou Santos. (Continua após a publicidade)

Publicidade

Monalisa Adamantina
Supermercado Godoy
Rede Sete Supermercado

Publicidade

JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética
Haddad

O projeto

O projeto, voltado à produção resiliente de alimentos frente à mudança climática, atende ao chamamento da UE a países latino-americanos e tem como solicitante principal a Comunidade Fronteiriça Trinacional Rio Lempa, uma entidade de direito público (associação de municípios), composta por 25 governos locais de El Salvador, Guatemala e Honduras, localizados em uma região de fronteira conhecida como Trifínio Centro-americano, além da UniFAI, Prefeitura de Adamantina e Centro Universitário de Oriente da Universidad San Carlos, na Guatemala, como co-solicitantes (reveja).

"O Euroclima vem no sentido de apontar caminhos frente à mudança climática que vem ocorrendo, principalmente levantando formas alternativas e adaptadas para a produção de alimentos, ou seja, um projeto voltado para a questão da segurança alimentar, fazendo com que o alimento chegue à mesa da população sem riscos, com boas práticas agrícolas e preservação ambiental", explicou o Prof. Dr. José Aparecido dos Santos.

Histórico

Em abril de 2017 Adamantina recebeu a visita de uma delegação de autoridades municipais de três países da América Central que conheceu a experiência do vínculo entre uma Instituição pública municipal de Ensino Superior (na estrutura do Ensino, Pesquisa e Extensão) com a Prefeitura no desenvolvimento de políticas municipais de segurança alimentar e apoio à produção agrícola do município (agricultura familiar), oportunidade em que foi firmado o protocolo de intenções de cooperação técnica (reveja).

Depois dessa visita, a delegação centro-americana e representantes da UniFAI e da Prefeitura de Adamantina mantiveram contato e se uniram em um consórcio para atender ao chamamento do Euroclima no desenvolvimento de um projeto em conjunto. "Temos aqui a capacidade técnica, de recursos humanos, profissionais disponíveis e toda uma estrutura possível para atuar nesse chamamento", justificou o pró-reitor.

Na América Latina, 54 propostas de 18 países foram apresentadas ao Euroclima e somente 15 foram pré-selecionadas, dentre elas a elaborada em parceria com a UniFAI.

"Esse projeto vem a somar com outro autorizado pela Energisa, sobre a compostagem, que vai trazer benefícios enormes para o município, para o meio ambiente e para toda a população, agregando a parceria entre a UniFAI e a Prefeitura. Esse projeto do Euroclima é um trabalho em conjunto com outros países que, além disso, representa uma troca de experiências muito legal", avaliou o prefeito de Adamantina, Márcio Cardim (DEM).

"Trata-se de um projeto que é um divisor de águas para a UniFAI, pois é o passo rumo ao processo de internacionalização da nossa Instituição. Estamos extrapolando a nossa fronteira regional e nacional, trabalhando em conjunto com outros povos da América Latina, outra universidade [Universidad San Carlos, na Guatemala] e cooperação da União Europeia. A internacionalização é um requisito para a transformação do Centro Universitário em Universidade. E não vamos parar por aí. Mais adiante protocolaremos os projetos junto aos órgãos de fomento internacionais", completou o reitor da UniFAI, Prof. Dr. Paulo Sergio da Silva.

Publicidade

Clinica Lu Applim

Publicidade

Youtube