Geral

Estado de São Paulo cria biblioteca digital com mais de 16 mil livros gratuitos para o cidadão

São ebooks e audiolivros disponíveis no acervo.

Por: Da Assessoria
(Fonte: Unsplash). (Fonte: Unsplash).

A inovação digital chegou até os livros no Estado de São Paulo. Em setembro deste ano, o governo anunciou o lançamento da plataforma BibliON, uma biblioteca totalmente digital com mais de 16 mil conteúdos disponíveis. São ebooks e audiolivros totalmente acessíveis, podendo ser pegos por qualquer cidadão. É uma iniciativa que mostra como o espaço digital conquista as pessoas, e não apenas pela variedade de produtos, mas também pelo baixo custo. Agora, é possível acessar livros importantes sem pagar nada e sem sair de casa.

Todo o projeto foi construído nos últimos meses, e funciona de maneira simples. A pessoa interessada em algum livro faz um cadastro, e logo depois fica autorizada a acessá-lo por 15 dias. Passado o prazo, esse livro digital é devolvido para acesso. É um funcionamento padrão de uma biblioteca, mas sem a parte física e também o pagamento. O site é completamente gratuito, assim como o empréstimo do livro. O prazo para ler pode ser estendido, assim como acontece em uma biblioteca tradicional. Ou seja, é uma ideia simples que vai ajudar os amantes de literatura.

Segundo o site oficial da BibliON, são vários clássicos da literatura brasileira e mundial que fazem parte dos mais de 16 mil ebooks e audiolivros disponíveis. É possível, por exemplo, pegar emprestado o icônico Triste Fim de Policarpo Quaresma, do consagrado Lima Barreto. Ou então, caso queira um conteúdo estrangeiro, também pode aproveitar a biblioteca digital de São Paulo para ler o clássico Os Três Mosqueteiros, de Alexandre Dumas, um dos livros mais traduzidos do mundo. Não faltam boas leituras no acervo digital criado para o cidadão paulista.

Outro aspecto interessante é a possibilidade do serviço atingir todo o estado. Isso significa que a BibliON não é direcionada apenas para a capital, mas também para as cidades menores da região. Seja de Presidente Prudente ou então de Jundiaí, o acesso à plataforma é garantido 100%. É algo inovador que será testado pelos próximos meses, mas tem tudo para ter um resultado positivo. A leitura é incentivada, enquanto também é possível ver a força das plataformas digitais.

Serviço gratuito

Um dos aspectos que devem garantir o sucesso dessa iniciativa é a possibilidade de acesso aos livros sem qualquer custo. Isso é algo popular na internet, e vários setores utilizam de campanhas assim para conquistar usuários e potenciais consumidores. No universo do e-commerce, o frete grátis é uma tática bem eficiente de marketing digital. O Mercado Livre, a Submarino e a Magazine Luiza aplicam isso de maneira interessante, e conseguem um bom resultado.

O entretenimento digital também é especialista no assunto, com várias campanhas que apostam na gratuidade para atrair mais pessoas. Por exemplo, nas apostas online, os jogos de casino grátis são essenciais para atrair novos jogadores. Afinal, nem todos conhecem as versões digitais com mesa ao vivo via streaming de pôquer, blackjack e roleta dessas plataformas. Essa ideia faz com que os jogos mais populares sejam experimentados de graça, fazendo com que a pessoa tenha interesse em apostar dinheiro real depois.

Apesar de ser um serviço completamente diferente desses, a BibliON acaba por ter um apelo semelhante. Uma pessoa com um Kindle precisa pagar na loja da Amazon para ter acesso aos livros. Isso não existe na iniciativa do estado, que usa essa gratuidade para oferecer um serviço essencial para quem não tem condições de pagar por livros. É uma campanha importante que vai render frutos positivos no futuro, pois oferecer literatura grátis é garantir mais educação do morador de São Paulo.

Adaptabilidade

Outro aspecto interessante é a possibilidade de acessar a BibliON de diferentes maneiras. Além do site oficial, o Estado de São Paulo também desenvolveu um aplicativo para que as pessoas possam acessar essa biblioteca via smartphone. Algo que pode parecer pequeno, mas é essencial atualmente. Se pensarmos no crescimento da 5G em toda a região de São Paulo, é importante pensar que o uso da internet móvel vai crescer, inclusive para serviços assim. Ou seja, é importante ter uma estrutura preparada neste sentido.

A BibliON começou a funcionar em setembro deste ano, então ainda existe uma longa caminhada para conhecermos toda a estrutura. A expectativa é que a biblioteca digital faça sucesso, e dê maior acessibilidade aos amantes de livros. Além disso, é um ato social oferecer educação de maneira digital. Essa é uma combinação importante, inclusive para mostrar como uma ideia simples pode causar impactos positivos.

Publicidade

Cóz Jeans
Nova Foto e Ótica
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais