Esportes

O clã da Família Barbosa no atletismo

Família Barbosa mira nas Olimpíadas de Paris em 2024 e Los Angeles em 2028.

Por: Da Assessoria atualizado: 17 de dezembro de 2020 | 08h33
Os filhos Guilherme Barbosa e Júlia Barbosa com os pais, o treinador Carlos Alberto Gomes Barbosa e a mãe Roseli Lahr Barbosa (Divulgação). Os filhos Guilherme Barbosa e Júlia Barbosa com os pais, o treinador Carlos Alberto Gomes Barbosa e a mãe Roseli Lahr Barbosa (Divulgação).

Após decidirem se mudar para Adamantina em 2017, diante da pressão que os filhos Júlia Barbosa e Guilherme Barbosa impuseram aos pais Carlos Alberto Gomes Barbosa e Roseli Lahr Barbosa, alegando que gostariam de ter a mesma infância de seus genitores, e pudessem treinar todos os dias a pé até a pista da Associação Cultural, Recreativa e Esportiva de Adamantina (Acrea), bem como ir de bike para a Escola Cristã de Adamantina, a Família Barbosa parece que fez a melhor escolha de suas vidas, pois tudo vem se concretizando de forma única, especial e positivamente incomparável.

Os filhos do professor da UniFAI, que desde 2003 leciona no curso de educação física na instituição, se tornaram verdadeiras referências no atletismo da América Latina, depois de conquistarem inúmeros títulos estaduais, nacionais e internacionais.

Uma das maiores promessas na prova do lançamento do disco no Brasil, a jovem atleta Júlia Barbosa, de 16 anos, tem mostrado a todos para o que veio. Desde 2015 subiu no pódio em todas as competições das Federações de Atletismo, Confederação Brasileira de Atletismo, Confederações Desportivas Escolares e Federações Desportivas Escolares, além das competições das Ligas Regionais. Ao todo são mais de 150 títulos das categorias sub-14, sub-16, sub-18 e sub-20.

Para mostrar que a Família Barbosa tem um DNA pronto para conquistar as principais competições das diversas categorias de base, Guilherme Barbosa segue o caminho trilhado pela Irmã e já coleciona quatro títulos estaduais, sendo um título do Campeonato Paulista Escolar (JEESP), na prova do lançamento do disco; um título do Campeonato Paranaense pela Federação de Atletismo do Paraná (FAP), também no Lançamento do disco, e dois Título do Campeonato Paulista pela Federação Paulista de Atletismo (FPA), que ocorreu no domingo, 6 de dezembro de 2020, em que conquistou o ouro no lançamento do dardo e o bronze no lançamento do disco, competindo com atletas de 15 anos de idade, sendo que possui apenas 13 anos.

Como se não bastasse, o filho mais novo da mamãe Roseli subiu no pódio do Campeonato Paulista sub-16. Um dia antes (5), a primogênita Júlia Barbosa conquistou dois ouros nas mesmas provas, dardo e disco no Campeonato Paulista Sub-18.

Para se ter uma ideia de quão grandiosos são os feitos da atleta Júlia Barbosa, desde quando se mudou para Adamantina aos 12 anos de idade, já conquistou 17 títulos estaduais (São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul), 10 títulos brasileiros e 2 títulos sul-americanos, sem contar que terminou 2017 e 2018 como a melhor atleta do ranking brasileiro da CBAt no sub-16, em 2019 como a melhor atleta do ranking da CBAt no sub16 e sub-18, e no ano de 2020, no seu primeiro ano da categoria sub-18, é a melhor atleta do ranking sul-americano da CONSUDATLE e configura como a número 1 do ranking brasileiro; sem constar que é a atual recordista brasileira escolar pelo Comitê Olímpico Internacional (COB) e recordista paranaense, paulista e sul-matogrossense. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado

De olho nas Olimpíadas de 2024 e 2028

Apesar de morarem e competirem os Jogos Escolares do Estado de São Paulo representando a Escola Cristã de Adamantina, ambos os atletas da Família Barbosa estão Federados pela Equipe IPEC/FEL/Londrina do Paraná desde 2019, visto que se trata de uma das maiores equipes do Brasil na formação de jovens atletas talentosos, e por questões estratégicas o pai e também treinador da Família Barbosa escolheu a equipe do sul do país para que seus filhos se desenvolvessem em alto nível esportivo, visando às Olimpíadas de Paris em 2024 e Los Angeles em 2028.

O ano de competições já acabou para o atleta Guilherme Barbosa, mas para Júlia Barbosa ainda tem o Campeonato Brasileiro Sub-23, que será realizado na próxima quinta e sexta-feira na cidade de Bragança Paulista, no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), sede da Confederação Brasileira de Atletismo. Sem dúvida alguma, será o campeonato mais desafiador para a atleta, que é sub-18 (atletas de 16 e 17 anos), que competirá com atletas com até 22 anos de idade.

Por conta da pandemia, a família construiu um centro de treinamento na casa onde moram, para que pudessem manter os treinamentos em dia. O CT da Família Barbosa virou notícias em muitos jornais especializados, já que é o único no país que dá condições para que os atletas treinem como se fosse um espaço indoor (Divulgação).

Diante de um ano difícil, uma pandemia sem precedentes para o esporte, a Família Barbosa segue firme no Projeto Olímpico “Paris 2024 e Los Angeles 2028”, na certeza que morar em Adamantina foi a melhor escolha de suas vidas.

Aos empresários que quiserem fazer parte desta jornada, que começou em 2015 e tem sua primeira parada em 2024, daqui a 4 anos e que seguirá por mais 4 anos até a terra do Tio San, basta entrar em contato pelo celular (18) 98120-8025 ou (18) 98149-5099, ou ainda nas redes sociais. Acesse Júlia Barbosa no Facebook e no Instagram. Acesse também Guilherme Barbosa no Facebook e no Instagram.

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Cinema
Insta do Siga Mais