Especial Publicitário

Energisa Sul-Sudeste anuncia investimentos de mais de R$ 295 milhões para 2023

Em todo o Grupo Energisa, serão R$ 6 bilhões em 2023.

Por: Da Assessoria atualizado: 20 de maro de 2023 | 15h18
Subestações estão no mapa de melhorias, no pacote de investimentos (Da Assessoria). Subestações estão no mapa de melhorias, no pacote de investimentos (Da Assessoria).

O Grupo Energisa anunciou investimentos na ordem de R$ 6 bilhões em 2023, reforçando a estratégia de crescimento e diversificação do portfólio da empresa. O valor é quase 10% superior ao planejado para 2022, além de ser o maior volume da história do Grupo para um ciclo anual. Dentro da área de atuação da Energisa Sul-Sudeste, que compreende 82 municípios no interior de São Paulo, sul de Minas Gerais e Guarapuava (PR), os números também impressionam, uma vez que serão investidos R$ 295 milhões em obras e melhorias para dar mais robustez ao sistema elétrico, impulsionar o desenvolvimento e proporcionar mais conforto aos clientes.    

“Estamos criando um ecossistema completo de soluções energéticas. Fornecemos serviços essenciais para mais de 20 milhões de pessoas em 862 municípios de todas as regiões do Brasil, mantendo no centro da nossa proposta de valor os serviços regulados de distribuição e transmissão, que asseguram confiabilidade, universalização e acesso à energia elétrica para todos. Ao mesmo tempo, nosso crescimento também prevê a diversificação do portfólio, contemplando a geração distribuída, geração e comercialização de energia para o mercado livre e serviços de valor agregado ofertados através da (re)energisa”, declara Ricardo Botelho, CEO do Grupo Energisa.    

Em todo o Grupo Energisa, serão R$ 6 bilhões em 2023 (Da Assessoria).

A distribuição de energia, base de negócio do Grupo, irá destinar seus investimentos na expansão de redes e ligação de novas unidades consumidoras, melhoria da qualidade e da prestação de serviço para os clientes, adequação às exigências regulatórias, bem como ampliar o acesso à energia a regiões mais remotas do Brasil, através dos programas ‘Mais Luz para Amazônia’ e ‘Luz para Todos’.    

Melhorias na região   

Como parte desse pacote de investimentos, na região de Presidente Prudente a empresa tem atuado em substituição de cabos, postes, cruzetas, instalação de religadores automáticos, podas de árvores que apresentam algum risco ao sistema elétrico, entre outras melhorias e manutenções preventivas em equipamentos que são imprescindíveis para a estrutura de distribuição de energia.

Diretor-presidente da Energisa Sul-Sudeste, José Adriano Mendes Silva (Da Assessoria).

Boa parte dessas manutenções é executada sem que haja interrupções no fornecimento de energia, ou seja, sempre que possível, dentro dos protocolos técnicos e de segurança, as equipes trabalham com a rede energizada, sem a necessidade de desligar a rede elétrica, buscando sempre garantir o conforto aos clientes. 

Quando é preciso fazer o desligamento da rede por questão de segurança, a concessionária tem o compromisso de avisar a população com antecedência a fim de que todos possam se programar para o período da interrupção.   

Até 2025 

Dentro dessa premissa de acompanhar o desenvolvimento das cidades onde atua, os investimentos da Energisa não param. Nos próximos dois anos devem ser entregues importantes obras como a subestação adequações e melhorias na subestação P1, que atende os moradores das proximidades do aeroporto, Vila Industrial, Vila Formosa, Bongiovani e adjacentes, e parte do Centro. Essa subestação atende ainda os municípios de Regente Feijó, Alfredo Marcondes, Santo Expedito e parte de Álvares Machado. 

Estão previstas adequações também na subestação P5 (que fica perto do Ana Jacinta e atende mais de 16 mil clientes desta região da cidade);melhorias na subestação Eneida, que vai impactar ainda mais na qualidade da energia tque chega para os moradores dos distritos de Eneida, Ameliópolis e Floresta do Sul; e na subestação P4 (que fica na altura do Jardim Itapura e atende bairros como Jose Rotta, Furquim, Vila Marcondes, distrito de Montalvão, Distrito Industrial, Vida Nova Prudente II, Terras de Imoplan, Jardins Angélica, Cambuci, Planaltina e adjacências.  

Investimentos ocorrem na região (Da Assessoria).

Além desses investimentos, simultaneamente serão executadas obras na região, na rede que atende clientes de Presidente Venceslau, Adamantina e Osvaldo Cruz. “A energia é imprescindível para o desenvolvimento econômico e social das cidades e comunidades que estamos inseridos. É a energia que viabiliza novas tecnologias, oportunidades de emprego e renda, acesso à educação e cultura. Por essa razão, reforçamos nosso compromisso diário de executar obras que tragam melhorias à qualidade do fornecimento de energia, beneficiando diretamente os clientes desta região” enfatiza o diretor-presidente da Energisa Sul-Sudeste, José Adriano Mendes Silva.    

Soluções energéticas   

Além dos investimentos das distribuidoras citados acima, a (re) energisa responderá por R$ 1,1 bilhão destinados à produção de energia renovável, serviços de valor agregado e demais soluções energéticas, tais como tecnologias de armazenamento em baterias, para comercialização para clientes pessoas físicas e jurídica em diversas regiões do país. “O Grupo Energisa está pronto para atender as mais diversas necessidades dos nossos clientes por serviços energéticos e comercialização de energia elétrica capitalizando em nossa experiência centenária no setor”, complementa Botelho.