Educação

Diretoria de Ensino de Adamantina faz premiação do 2º Festival e Concurso Literário

Atividade teve a participação de 64 inscritos de 16 escolas estaduais da região de Adamantina.

Por: Da Redação atualizado: 15:56
Tela da plataforma virtual, da solenidade de premiação do Concurso e Festival Literário (Reprodução). Tela da plataforma virtual, da solenidade de premiação do Concurso e Festival Literário (Reprodução).

Aconteceu na última sexta-feira (11) em formato virtual, a premiação do 2º Festival e Concurso Literário promovido pela Diretoria Regional de Ensino da Região de Adamantina. A competição escolar mobilizou os estudantes das 33 escolas públicas distribuídas nos 22 municípios jurisdicionados ao órgão educacional.

A iniciativa teve o apoio do Centro Universitário de Adamantina UniFAI, que ofereceu suas plataformas virtuais para o encerramento da atividade, e irá publicar, em versão digital, os resultados finais das duas edições do evento. Além da UniFAI, também apoiaram a atividade a Gráfica e Editora Moreti, Cenaic Adamantina, Cocipa, BM Pneus Centro Automotivo, Oeste Seguros, Haddad Organização Social, Loja Maçônica Estrela de Adamantina e Loja Maçônica Architetus da Luz de Adamantina.

Evento teve 64 inscritos de 16 escolas da região

Segundo a Diretoria de Ensino de Adamantina, a programação literária teve por objetivo promover o intercâmbio artístico-cultural e valorizar os novos talentos nas escolas sob sua jurisdição. A atual edição teve a inscrição de 64 participantes, de 16 das 33 escolas distribuídas em 22 cidades da Nova Alta Paulista, na faixa entre Osvaldo Cruz e Panorama. Nessas 33 escolas, estão matriculados 14.700 alunos.

Os 64 participantes inscritos concorreram nas modalidades ensino fundamental e EJA (educação para jovens e adultos), com 72% das inscrições, e alune ensino médio/EJA, com 28% das inscrições.

Os estudantes produziram poemas em formato de podcast, com o tema “Em tempos de pandemia, poesias que transformam”. O formato de mídia foi escolhido para facilitar a execução do Festival e Concurso Literário, neste período de pandemia e distanciamento social.

Para embasamento e aporte teórico de leitura, os organizadores sugeriram aos estudantes participantes as obras do autor e poeta Bráulio Bessa. “É um poeta que possui um estilo literário simples, carregado de sensibilidade, muito pertinente para esse contexto. Seus poemas trazem o estilo literatura de cordel e trazem temas ligados ao cotidiano das pessoas”, explicou a Diretoria de Ensino, em nota.

Para a avaliação e classificação dos trabalhos, foi formada uma comissão julgadora. Participaram da banca as professoras Nives Mara Launikas Cupelli, Maria Angélica de Brito Araújo e Izabel Castanha Gil. Veja a classificação final: (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

Premiação ensino fundamental e EJA

1º lugar

Jaiane Lima Foguer

9º Ano

EE Prof. Geraldo Pecorari (Junqueirópolis)

Texto: Confinamento

Pseudônimo: Wonder Woman

 

Confinamento

Vivemos em confinamento

Quanta dor e sofrimento

E fora de nossas casas, um mundo sedento

Sedento de se curar.

Confinados em nosso lar

Onde dizem ser seguro

Onde a violência doméstica aumenta

Crianças com fome, e,  em apuros

E os pais só choram e lamentam, pois não podem trabalhar.

Confinados na saudade

Dos sorrisos e olhares

E das coisas tão triviais

Dos parentes e amigos

Que nunca veremos mais

Não se trata de apenas estar em casa

Se trata de corações partidos,

Pulmões sem forças para aguentar

O vírus que se espalha, e nos mata pelo ar

E confinados estamos

Nas mãos de líderes, que parecem não se importar

E nos resta a saudade

Dos amassos e carícias

Hoje tudo é arriscado

E quem morre é a esperança

Que falece mais e mais a cada dia,

Como milhares de corações,

Que param de bombear de repente

E não se lembram de voltar a bater com ousadia.

E os que ainda têm esperança

São chamados de tolos, sem parar

E sou eu um desses tolos

Em meio ao sofrimento, em um mundo sedento

Que espera por se curar

E neste confinamento

É a arte quem nos confina

Trazendo inspiração para persistir no dia a dia

Ei, mundo sedento!

Muitos já estão descrentes

Porém, eu sigo paciente

Esperando o dia em que ele vai se curar novamente.

 

2º lugar

Carolina da Silva Ueda

9º Ano

EE Prof. Geraldo Pecorari (Junqueirópolis)

Texto: O dia em que a terra parou

Pseudônimo: Guinho Moranguinho

3º lugar

Maria Clara Lima Basso

9º Ano

EE 9 de Julho (Dracena)

Texto: Em tempos de pandemia, poesias que transformam

Pseudônimo: Maria Basso

4º lugar

Kamilly Eduarda Auresco

9º Ano

EE 9 de Julho (Dracena)

Texto: Conexão

Pseudônimo: Auresco

5º lugar

Micaela Machado de Lima

8º Ano

EE Eng. Isac Pereira Garcez (Dracena)

Texto: Criadores da liberdade

Pseudônimo: Afrodite

6º lugar

Isabela Marques Luiz Lima

8º Ano

EE Eng. Isac Pereira Garcez (Dracena)

Texto: Nos versos da poesia encontrei alegria

Pseudônimo: Boo Baby

7º lugar

Ana Laís da Silva Melo

9º Ano

EE Prof. Geraldo Pecorari (Junqueirópolis)

Texto: Aprendizado

Pseudônimo: Friedrich Borgov

8º lugar

Kauan de Arruda Frazão

6º Ano

EE 9 de Julho (Dracena)

Texto: No meu tempo de criança

Pseudônimo: Kaká

9º lugar

Luana Galvão Watanabe

9º Ano

EE 9 de Julho (Dracena)

Texto: Acreditar que vai melhorar

Pseudônimo: Lua

10º Lugar

Natália Morais Botassini

6º Ano

EE 9 de Julho (Dracena)

Texto: Consequências da pandemia

Pseudônimo: Sonhos de verão

Premiação ensino médio e EJA

1º lugar

Aline Dias Batista

2º Ano

EE 9 de Julho (Dracena)

Texto: E o novo agora

Pseudônimo: Line

E o Novo Agora

Trancados;

Fechados;

Sufocados;

Exilados.

Uma súbita existência,

Que fez tudo o que existia,

deixar de existir,

Enfim...

Um novo viver;

Um novo ser;

Se conhecer,

Se refazer.

Tentar mudar o novo

E se reinventar de novo

Em um mundo obscuro,

Onde agora nós nos vemos através dos muros.

A falta do abraço,

Dos traços,

Do contato,

Dos encontros...

Agora nos refazemos

Nos reerguemos,

Reinventamos,

Nos TRANFORMAMOS.

O Amor, A Empatia,

A Saudade, A Alegria,

Já se tornaram parte,

Da nossa rotina do dia a dia

Livres de Alma;

Abertos para o novo;

Respirando a calma;

E livre para nos tornarmos.

Algo Novo

2º lugar

Ana Vitória Rodrigues de Lima

2º Ano

EE Benjamin Constant (Osvaldo Cruz)

Texto: Pra não morrer de saudade

Pseudônimo: Maria da Rima Bonita

3º lugar

Ester Tieko Kato

2º Ano

EE Alfredo Machado (Dracena)

Texto: Vida

Pseudônimo: Tieko

4º lugar

Sandy Aline Dantas Schneiker

1º Ano

EE Eng. Isac Pereira Garcez (Dracena)

Texto: Árdua moldagem

Pseudônimo: Athena

5º lugar

Ana Laura Charalli de Oliveira

2º Ano

EE 9 de Julho (Dracena)

Texto: Solitude

Pseudônimo: Lilli

6º lugar

Sabrina Félix Torres

3º Ano

EE João Brásio (Panorama)

Texto: Esperança

Pseudônimo: Fênix29

7º lugar

Julia Lalier Santana

1º Ano

EE 9 de Julho (Dracena)

Texto: Tempos de resiliência

Pseudônimo: Flor do Caribe

8º lugar

Luís Guilherme Perle

1º Ano

EE Prof. Salvador Ramos de Moura (São João do Pau D´Alho)

Texto: A pandemia e a vida

Pseudônimo: L.G. Perle

9º lugar

Júlia de Moraes Santos

1º Ano

EE Eng. Isac Pereira Garcez (Dracena)

Texto: Poesias e suas nuances

Pseudônimo: Amy Luce

10º lugar

Isabela Ferraro Pereira

3º Ano

EE Profa. Léa Aparecida Vieira Guedes (Tupi Paulista)

Texto: A melodia da vida

Pseudônimo: Isabela

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais
Cinema