Coronavírus

Sindicato diz haver falhas na proteção a servidores e pede vacina para pessoal da limpeza pública

Em documentos à Prefeitura e Câmara, Sindicato diz haver falhas na proteção a servidores.

Por: Da Redação atualizado: 7 de abril de 2021 | 15h49
Sindicato pede que trabalhadores da limpeza pública, onde estão incluídos os coletores de lixo, garis e trabalhadores lotados na Usina de Reciclagem de Lixo, sejam vacinados contra a Covid-19 (Siga Mais). Sindicato pede que trabalhadores da limpeza pública, onde estão incluídos os coletores de lixo, garis e trabalhadores lotados na Usina de Reciclagem de Lixo, sejam vacinados contra a Covid-19 (Siga Mais).

Em três ofícios – dois deles endereçados à Prefeitura de Adamantina e um à Câmara Municipal – o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Adamantina, Nivaldo Martins do Nascimento (Londrina), diz haver falhas na proteção a servidores municipais contra a Covid-19, e cobra vacinação para os trabalhadores da limpeza pública, onde estão incluídos os coletores de lixo, garis e trabalhadores lotados na Usina de Reciclagem de Lixo.

A primeira correspondência do Sindicato à Prefeitura, recente, sobre as questões da pandemia e seus reflexos junto aos servidores municipais, foi em 11 de março passado. No ofício, o sindicato cita dois óbitos de servidores municipais e menciona a Secretaria Municipal de Planejamento, que não teria controle de acesso pelo público – como ocorre no Paço Municipal – onde haveria ainda uma sala com cerca de 20 metros quadrados e pouca circulação de ar, ocupada pelo Departamento de Engenharia, e que neste espaço trabalhariam oito servidores.

No mesmo documento ele mencionou ainda o Departamento de Protocolo, no saguão do Paço Municipal, definindo o espaço como pequeno e que poderia ser insalubre.

Após mencionar os dois setores da estrutura municipal, o Sindicato descreve o pedido. “Diante do exposto, e em conformidade com o Decreto Municipal 6.311, requeremos junto a Vossa Excelência, além de providencias para resolver as situações especificas dos setores citados, que seja feito com urgência um estudo em todas as secretarias da administração, no sentido de reduzir os riscos de contaminação a que estão sujeitos os nossos servidores, bem como o afastamento do trabalho de todos os servidores que não trabalham em serviços essenciais, bem como daqueles que exercem atividades essenciais, mas estão no chamado grupo de risco, seja pela idade ou por terem comorbidades”, afirma o ofício.

Ao SIGA MAIS, nesta terça-feira (6), o presidente do Sindicato informou que parte das solicitações apresentadas foram atendidas pela Prefeitura.

Usina de lixo de Adamantina (Arquivo/Siga Mais – 2015).

Já na quarta-feira da semana passada, 31 de março, o Sindicato protocolou na Prefeitura uma correspondência acrescida de um abaixo-assinado onde pede que os trabalhadores da limpeza pública  sejam vacinados contra a Covid-19. O documento foi endereçado ao Comitê de Contingenciamento local. “Nós, abaixo-assinados, servidores municipais da limpeza pública da Prefeitura de Adamantina (coletores de lixo, garis e trabalhadores lotados na Usina de Reciclagem de Lixo), vimos, através deste, requerer com urgência providências de Vossas Senhorias no sentido de sermos imunizados (vacinados) prioritariamente contra o Covid-19, pelos seguintes motivos: 1. Como todos vocês sabem, nosso trabalho é essencial, e, mesmo não sendo reconhecido por nossas autoridades, é ligado a área da saúde pública; 2. Apesar das nossas funções não constarem como prioritárias no Plano Nacional de Imunizações do Governo Federal, estamos em contato direto com o lixo de pessoas infectadas, assim corremos imensurável risco de sermos contaminados pelo coronavírus, e com isso de contaminarmos nossos entes queridos, entre eles, muitos com comorbidades; 3. Também gostaríamos de dizer que está em análise na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 370/2021, da deputada Mara Rocha-AC, que visa corrigir a injustiça que nos foi imposta pelo Plano de Vacinação do Governo Federal, o que dá sustentação a esse nosso pedido; 4. Eventualmente, em caso de indeferimento ao nosso justo pedido, solicitamos a resposta da negativa por escrito, acompanhada da fundamentação legal, bem como de parecer técnico dos profissionais da saúde que integram o presente Comitê”, narra o pedido. Cerca de 50 assinaturas de trabalhadores do setor acompanham o pedido. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

Tema também foi levado à Câmara, que elaborou Moção em apoio

Além dos dois pedidos à Prefeitura, o Sindicato redigiu um terceiro documento, desta vez dirigido à Câmara Municipal, onde menciona e anexa as duas solicitações endereçadas ao Poder Executivo, e pede o apoio dos vereadores. “A propósito, outra coisa que está nos causando extrema preocupação é a situação dos servidores da limpeza pública (coletores de lixo, garis e funcionários da usina de reciclagem de lixo). Esses trabalhadores estão expostos de forma direta ao covid-19. As caixas de armazenamento de lixo nos caminhões coletores ficam a menos de um metro de distância da plataforma usada pelos coletores em suas tarefas diárias. Isso significa que eles ficam a menos de um metro de distância de enorme quantidade do vírus mortal que recolhem em meio ao lixo de pessoas infectadas em suas jornadas de trabalho. A situação dos garis e dos funcionários da usina de lixo não é diferente, o risco de infecção a que eles estão expostos é gigantesco. Na usina de lixo, o lixo infectado pelo covid-19 passa por todas as etapas de reciclagem. Por conta dessa situação de extremo perigo, encaminhamos ao Comitê de Contingenciamento do Coronavirus de Adamantina abaixo-assinado dos servidores da limpeza pública requerendo que eles sejam vacinados prioritariamente contra o covid-19”, narra o documento endereçado ao Poder Legislativo. “Diante da gravidade do que foi exposto, requeremos junto a Vossa Excelência e demais vereadores que compõem essa Egrégia Casa de Leis medidas legislativas que nos ajudem, porque não dizer, nessa dura jornada para proteger a vida dos nossos servidores”, continua.

Em colaboração ao pedido do Sindicato, a Câmara Municipal aprovou na sessão ordinária desta segunda-feira (5) um Moção Nº 11/2021, de Apoio, proposta pelo vereador Alcio Ikeda e assinada por todos os vereadores, reforçando o pedido de vacinação para os trabalhadores da limpeza pública. A Moção legislativa será encaminhada ao prefeito.

Publicidade

Insta do Siga Mais

Publicidade

Cinema