Coronavírus

Dória adia atualização do Plano SP para 30 de novembro, um dia após o segundo turno das eleições

Para a CNN, secretário de saúde diz que, se necessário, Governo poderá recuar no Plano SP.

Por: Da Redação
Governador João Dória, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (16), no Palácio dos Bandeirantes (GovSP). Governador João Dória, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (16), no Palácio dos Bandeirantes (GovSP).

Alegando instabilidade no sistema do Ministério da Saúde, sobre dados da Covid19, o governador João Dória anunciou nesta segunda-feira (16) – um dia após o primeiro turno das eleições municipais – o adiamento da nova atualização do Plano SP para o dia 30 de novembro. A data é um dia após o segundo turno das eleições municipais, que ocorre em 29 de novembro e atinge 16 cidades paulistas, incluindo o município de São Paulo.

Segundo informa o serviço de notícias do Portal do Governo de SP, a medida foi necessária em razão de instabilidade nos dados sobre óbitos e casos graves de coronavírus, que seria provocada por falhas no sistema SIVEP do Governo Federal.

De acordo com o governador, o objetivo é garantir transparência na análise das estatísticas e mais segurança para a população. “A atualização do Plano SP, em virtude da pane no sistema de dados do Ministério da Saúde, será feita no dia 30 de novembro. Esta pane afetou a normalização das informações em todo Brasil e aqui em São Paulo em especial. Por esta razão estamos adiando a atualização do Plano SP. É uma medida de cautela e que demonstra a nossa responsabilidade em não alterar a classificação das regiões do Estado sem ter todos os indicadores disponíveis”, cita o Portal.

De acordo com o site oficial do governo paulista, em razão das dificuldades de acesso ao sistema federal SIVEP, em seis dos últimos nove dias, houve problemas tanto na notificação por parte dos municípios quanto na extração de dados pela Secretaria de Estado da Saúde. Isso afetou diretamente a contabilização dos números das semanas epidemiológicas 45 e 46. “Pelos indicadores disponíveis, a maioria da população do Estado hoje seria promovida para a fase verde do Plano SP. Porém, indicadores de ocupação de UTI e internações, sob responsabilidade do Governo do Estado de SP, cresceram nesta última semana em relação à anterior. O momento requer precaução para uma análise mais completa para a proteção da população”, afirmou Doria.

Nesta segunda-feira, o Estado ingressou na 47ª semana epidemiológica.

Estatísticas

O Portal do Governo de SP traz um alerta do secretário de estadual de saúde, Jean Gorinchteyn, sobre o crescimento de estatísticas de internação pelo coronavírus em São Paulo. Segundo dados apresentados por ele, houve um aumento de 18% no número de internados, tanto na rede pública quanto no sistema privado.

Os números, porém, são comparados com a semana epidemiológica 45, quando os dados foram os menores do Plano São Paulo. “Por precaução e responsabilidade, o Governo do Estado optou por não realizar a reclassificação do Plano SP na data de hoje. Essa medida visa não só a transparência, como principalmente a segurança da população para que haja melhor análise dos índices de saúde”, ponderou o secretário”, informa o Portal.

O segundo turno das eleições municipais ocorre em 16 cidades paulistas: Bauru, Campinas, Diadema, Franca, Guarulhos, Limeira, Mauá, Mogi das Cruzes, Piracicaba, Praia Grande, Ribeirão Preto, São Paulo, São Vicente, Sorocaba, Taboão da Serra e Taubaté. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

Rede Sete Supermercado
Daiane Mazarin Estética
JVR Segurança

Se necessário, Governo poderá recuar no Plano SP

Em entrevista à CNN, nesta terça-feira (17), o secretário estadual de saúde pediu que as pessoas respeitem as medidas sanitárias, afirmando que, se necessário, o Governo de SP poderá recuar no Plano SP. "Se nós precisarmos recuar, retroceder, isso será feito. Isso sempre foi dito. É importante que as pessoas entendam que hoje nós estamos em uma emergência sanitária", afirmou ao canal. "Nós sempre falávamos para as pessoas 'fiquem em casa'. Hoje estamos falando 'saiam com responsabilidade', 'saiam usando máscaras e evitem as aglomerações'”, completou.

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Cinema
Insta do Siga Mais