Coronavírus

Começa a vigorar nesta quarta (1) a multa para quem não usar máscaras em locais públicos

Empresas podem ser multadas por permitirem pessoas em seus espaços, sem máscaras.

Por: Da Redação atualizado: 2 de julho de 2020 | 11h54
Uso de máscaras de proteção facial já era obrigatório, e agora pode gerar multas para quem descumprir (Ilustração/Pixabay). Uso de máscaras de proteção facial já era obrigatório, e agora pode gerar multas para quem descumprir (Ilustração/Pixabay).

Começa a vigorar nesta quarta-feira (1 de julho) a decisão do governador João Dória que passa a multar pessoas ou estabelecimentos comerciais que desrespeitarem o uso de máscaras de proteção facial em espaços comuns.

A fiscalização da nova norma vai ser feita pela Vigilância Sanitária, a partir das equipes existentes em cada cidade. Para quem for flagrado em locas públicos, sem máscaras, como ruas e praças, a multa será de R$ 500. Em estabelecimentos comerciais, a multa prevista é de R$ 5 mil por pessoa sem máscara, a cada fiscalização.

Segundo o Governo de São Paulo, a definição da multa pela ausência de máscaras tem como mote a conscientização da importância da proteção facial individual em favor de toda a sociedade. “O objetivo do Estado e das Prefeituras não é punir, mas orientar, alertar as pessoas sobre a importância de proteger vidas. Não há nenhum sentido arrecadatório e nem punitivo, mas de alertar a população para que use máscaras”, acrescentou.

Ainda de acordo com o Governo de São Paulo, o valor arrecadado com as multas será repassado ao programa Alimento Solidário, que distribui cestas de alimentos para famílias carentes.

Fiscalização e denúncias

Para a fiscalização da nova determinação, o Governo de São Paulo aposta nas equipes das Vigilâncias Sanitária do Estado e das Prefeituras, onde cerca de 5,5 mil profissionais fiscalizam o cumprimento de leis de proteção e promoção da saúde pública.

As denúncias sobre locais com pessoas sem máscara poderão ser feitas pelo telefone 0800 771 3541, disque-denúncia da Vigilância. A ligação é gratuita e permite também registro de denúncias relacionadas às Leis Antifumo e Antiálcool para menores.

Adamantina distribuiu 70 mil máscaras

Em maio, a Prefeitura de Adamantina adquiriu distribuiu 70 mil máscaras de – duas para cada morador – produzidas em tecido, laváveis e reutilizáveis. Na ação, foram investidos R$ 154 mil dos cofres municipais.   (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

Ações educativas

As equipes da Vigilância Sanitária já trabalham com ações educativas com base no decreto estadual 64.959, que definiu o uso geral e obrigatório de máscaras de proteção facial no contexto da pandemia da Covid-19. As abordagens orientam sobre importância do uso de máscaras e o distanciamento social seguro.

“Desde 5 de maio, estamos fazendo fiscalizações educativas. Fizemos cerca de 18 mil fiscalizações orientando estabelecimentos e pessoas. A partir do dia 1º, as ações educativas continuam, pois esse é o nosso mote, o entendimento da população da importância do uso de máscaras. Nós vamos intensificar junto com os municípios”, disse Maria Cristina Megid, Diretora do Centro de Vigilância Sanitária do Estado.

Publicidade

Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais