Coronavírus

Com recurso federal de R$ 2 milhões, PAI Nosso Lar inicia obras da ala de isolamento para Covid-19

Clínica é referência para 62 cidades da região do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Marília.

Por: Da Redação | Com informações do Impacto Notícias atualizado: 30 de julho de 2020 | 15h46
Obras foram iniciadas na Clínica PAI Nosso Lar (Fotos: No Click com o Senhor). Obras foram iniciadas na Clínica PAI Nosso Lar (Fotos: No Click com o Senhor).

Foram iniciadas as obras de construção da nova ala de isolamento para Covid-19 na Clínica PAI Nosso Lar, em Adamantina. Serão aplicados R$ 2.012.907,86, oriundos do Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde (MS), como auxílio financeiro emergencial para as ações de combate ao novo coronavírus (Covid-19), via Portaria Nº 1.448.

O lançamento oficial das obras ocorreu em uma solenidade, na tarde desta terça-feira (28), com a direção da Clínica, autoridades religiosas, civis e militares, presidida pelo padre Rui Rodrigues da Silva, pároco da Igreja Matriz de Santo Antônio. Assista:

Na sua exposição, padre Rui destacou todo o contexto vivenciado pela Clínica, desde o final de 2016, a mobilização liderada pelo Poder Judiciário e Ministério Público – face ao risco de fechamento do local – que atuaram sobretudo nas questões emergenciais e no saneamento de demandas judiciais trabalhistas, reabilitação financeira e administrativa e campanhas, chegando então, a 2018, com a eleição da nova diretoria, articulada com a comunidade católica local.

Nova ala

A Clínica PAI Nosso Lar é referência para 62 cidades na área do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Marília. Os recursos recebidos do Ministério da Saúde serão utilizados na adequação e reforma – em área de 640 metros quadrados - e equipamentos para o local. A nova ala contará com sete apartamentos (com banheiros e dois leitos) e estruturas para as demandas dos pacientes, como farmácia e setor exclusivo de limpeza, e dos funcionários, como refeitórios e espaço para descanso.

Segundo seus dirigentes, os investimentos atendem a lei que regulamenta a destinação do recurso. A legislação permite a realização de pequenas adequações e reformas, o que é atendido pela Clínica, que possui área construída superior aos 4.700 metros quadrados.

Foto: No Click com o Senhor).

Foto: No Click com o Senhor).

Atualmente, segundo a instituição, os pacientes que dão entrada no local ficam restritos a um espaço reservado, sem contato com os demais pacientes e moradores. Porém, a atual estrutura limita receber novos pacientes, o que será sanado com a nova ala, que terá capacidade para atender até 14 pessoas no período de quarentena, nos sete novos apartamentos. O projeto foi pensado, também, para que os investimentos tenham usabilidade pós-pandemia. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

Dinâmica para Covid-19

A Clínica tem atuado em observância aos protocolos definidos pelo Ministério da Saúde, para a situação da pandemia da Covid-19. Segundo a instituição, o paciente que dá entrada fica em observação por pelo menos uma semana. Após os três primeiros dias, o atendido realiza testagem da Covid-19, cujo resultado demora cerca de três dias para sair. Em caso negativo, o paciente é inserido no contexto clínico. Porém, se o exame der positivo para o novo coronavírus, ele fica em quarentena por 15 dias.

Foto: No Click com o Senhor).

Foto: No Click com o Senhor).

Ainda de acordo com a instituição, a Clínica realiza o rastreamento e tratamento básico da doença, sendo que, se necessário o suporte avançado, o paciente é transferido para a Santa Casa de Adamantina – hospital referência para Covid-19.

R$ 2,9 milhões para Adamantina

Pela Portaria Nº 1.448, do Ministério da Saúde, Adamantina recebeu o total de R$ 2.979.164,43, dos quais R$ 2.012.907,86 foram destinados ao PAI Nosso Lar e R$ 966.256,57 para a Santa Casa local, para ações relacionadas ao Covid-19.  Oe recursos foram recebidos pelo município e após autorização legislativa foram transferidos para os dois hospitais (reveja).

No total a Portaria fez a distribuição total de R$ 1,66 bilhão para santas casas e hospitais filantrópicos sem fins lucrativos, de todo o país, que participam de forma complementar do Sistema Único de Saúde (SUS). Veja aqui a Portaria com a lista dos hospitais que foram atendidos e o valor dos repasses.

Publicidade

Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais