Coronavírus

Com funcionamento limitado a 8h/dia, lojas têm flexibilidade para decidir horário de atendimento

Habitualmente, comércio funciona 10h/dia. Agora, na fase laranja, limite é de 8h/dia.

Por: Da Redação atualizado: 11 de janeiro de 2021 | 18h48
Comércio tem horário de funcionamento limitado a 8h por dia, na fase laranja do Plano SP (Foto: Siga Mais). Comércio tem horário de funcionamento limitado a 8h por dia, na fase laranja do Plano SP (Foto: Siga Mais).

Nesta sexta-feira (08), o Governo do Estado rebaixou a região de saúde de Marília – a qual pertence Adamantina – para a fase laranja do Plano São Paulo (reveja). No mesmo dia a Prefeitura divulgou o Decreto Municipal Nº 6.274, alinhando as medidas municipais com as determinadas pelo Estado. As novas regras valem a partir desta segunda-feira (dia 11).

Segundo apurou o SIGA MAIS, o Decreto não definiu horário específico de abertura e fechamento para o comércio varejista de Adamantina, o que abre flexibilidade para que cada empresa defina seu horário de atendimento ao público. As empresas devem respeitar o limite de 8h/dia, com funcionamento, no máximo, até às 20h.

Tradicionalmente, o comércio local funciona 10h/dia, das 8h às 18h, de segunda a sexta. Com o limite de 8h diárias, as empresas podem abrir mais tarde, encerrar o expediente mais cedo, ou fechar no horário de almoço. A decisão fica para cada lojista. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado

Diante dessa decisão, e atendendo às novas limitações fixadas pelo Plano SP, o Sincomercio Nova Alta Paulista expediu uma orientação aos associados. “Enquanto Adamantina estiver na fase laranja do Plano São Paulo ficará a critério de cada empresário estipular o horário de funcionamento do seu estabelecimento. Lembrando sempre de respeitar as oito horas diárias de abertura ao público e as 44 horas semanais de trabalho de cada colaborador”, diz o comunicado do Sincomercio.

O Sindicato orienta que as empresas fixem nas suas portas o horário de funcionamento, para a melhor orientação aos consumidores, e que também sejam observadas as recomendações da saúde pública. “Aconselhamos as empresas a manterem cartazes na entrada e no interior dos estabelecimentos indicando o horário de funcionamento ao público, a capacidade do local (40%) e a obrigatoriedade do uso de máscaras. Além da disponibilização de álcool em gel aos colaboradores, consumidores e clientes”, completa a nota.

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais
Cinema